Mais de 5 milhões de brasileiros estão AUTORIZADOS a sacar bônus pago pelo governo a partir de HOJE

Desde a última sexta-feira (31), mais de 5 milhões de brasileiros estão autorizados a sacar a restituição do Imposto de Renda, um dos momentos mais aguardados do calendário fiscal. 

Mais de 5 milhões de brasileiros estão AUTORIZADOS a sacar bônus
pago pelo governo a partir de HOJE. (Imagem:  Jeane de Oliveira/ FDR)

Neste primeiro lote da restituição, a Receita Federal incluiu tanto contribuintes prioritários quanto não prioritários. Além disso, este lote é o maior já registrado na história de pagamentos fiscais e busca devolver aos contribuintes valores pagos a mais em impostos.

A especialista Laura Alvarenga, colaboradora do FDR, comenta mais sobre o Imposto de Renda, confira.

1º lote de restituição do IRPF

O 1º lote de restituição inclui 5.562.065 contribuintes, com um valor total de R$ 9,5 bilhões a ser creditado. Deste valor, R$ 8.857.175.779,78 serão destinados aos contribuintes prioritários, divididos em:

  • 258.877 idosos com mais de 80 anos;
  • 2.595.933 contribuintes entre 60 e 79 anos;
  • 162.902 pessoas com alguma deficiência física ou mental, ou com moléstia grave;
  • 1.105.772 contribuintes cuja principal fonte de renda é o magistério;
  • 886.260 contribuintes que moram no Rio Grande do Sul;
  • 787.747 contribuintes que optaram pela Declaração Pré-preenchida ou escolheram receber a restituição via PIX.

Restituição disponível

Os contribuintes que tiverem direito à restituição do Imposto de Renda, estão no primeiro lote e não receberem o depósito a partir de 31 de maio, terão até um ano para resgatar o valor

Durante esse período, o valor ficará disponível para saque no Banco do Brasil. Se o crédito não for automaticamente depositado, é possível reagendar o pagamento de forma prática no Portal BB ou pela Central de Relacionamento BB pelos telefones 4004-0001 (capitais), 0800-7290001 (demais localidades), e 0800-7290088 (exclusivo para deficientes auditivos).

Se, por qualquer motivo, o valor não for resgatado no prazo de um ano, o contribuinte deve fazer uma solicitação específica para reaver o montante. Esse pedido deve ser feito através do portal e-CAC. O procedimento envolve acessar o menu “Declarações e Demonstrativos”, selecionar “Meu Imposto de Renda” e clicar na opção “Solicitar restituição não resgatada na rede bancária”. Este processo garante que o contribuinte ainda possa obter sua restituição, mesmo após o período inicial de disponibilidade no Banco do Brasil.

 

Entre na comunidade do FDR e receba informações gratuitas no seu Whatsapp!

Yasmin NascimentoYasmin Nascimento
Jornalista formada pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP) com MBA em Digital Strategy, também pela Unicap. Com experiência em redação e redes sociais.