Conta de luz ZERADA! Novo grupo pode ficar totalmente isento da cobrança

A conta de luz, que para muitas pessoas ocupa um grande espaço no orçamento, pode ser zerada em pouco tempo. Para isso, serão usados recursos já existentes no caixa da usina hidrelétrica de Itaipu. Hoje, há R$ 1,2 bilhão disponíveis em saldo. 

conta de luz
Conta de luz ZERADA! Novo grupo pode ficar totalmente isento da cobrança
(Foto: Jeane de Oliveira/FDR)

Caso o fim da cobrança seja confirmado, ele vai beneficiar os moradores do estado do Rio Grande do Sul. A ideia é que usando os recursos de Itaipu a conta de luz de quem vive nesta região seja paga. O motivo é a tragédia que o estado passa e que inviabiliza o pagamento. 

Como a conta de luz vai ser zerada?

De acordo com as expectativas do diretor-geral brasileiro de Itaipu, Enio Verri, caso não seja zerada a conta de luz do estado gaúcho será, pelo menos, reduzida até o final do ano

Um mês depois do início das chuvas ainda há famílias desabrigadas, ou seja, pessoas que não conseguiram voltar para casa, retornar ao seu trabalho. Em um ritmo de vida totalmente diferente de um mês atrás essas pessoas sequer têm dinheiro para arcar com a conta

Por isso a ideia é usar o saldo que há disponível em caixa, na usina de Itaipu, e gerar desconto ou gratuidade para esse público por meio do abatimento do valor das cobranças. 

“O cálculo que existe é que isso [o R$ 1,2 bilhão] pode dar até o final do ano. Vai depender muito de quem é que vai entrar nesse desenho, o que daria um grande fôlego para a população“, disse Enio Verri em entrevista ao g1 e à GloboNews.

Alterações na conta de luz no Rio Grande do Sul

O governo federal ainda não confirmou que haverá de fato esse tipo de desconto, será preciso análise da Casa Civil. O que já foi adotado para Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) para a conta de luz em cidades onde foi decretada situação de calamidade pública no estado sulista incluí:

  • Proibição das companhias de energia elétrica de cobrarem juros e multas pelas contas em atraso;
  • Proibição do corte de fornecimento de energia, dando um prazo de três meses para que os consumidores quitem suas dívidas.

A Aneel também estuda dar prazo de 90 dias para que o vencimento das contas. 

 

Entre na comunidade do FDR e receba informações gratuitas no seu Whatsapp!

Lila CunhaLila Cunha
Autora é jornalista e atua na profissão desde 2013. Apaixonada pela área de comunicação e do universo audiovisual. Suas redes sociais são: @liilacunhaa, e-mail: lilacunha.fdr@gmail.com