Cerca de 25 mil famílias vão receber NOVO AUXÍLIO liberado pelo governo; veja como consultar saque

Depósitos de novo auxílio devem ser feitos até a primeira quinzena do mês de junho. Na primeira remessa de pagamentos 2 mil famílias foram contempladas. Mas, a expectativa é de que ao todo 25 mil recebam o benefício.

Cerca de 25 mil famílias vão receber NOVO AUXÍLIO liberado pelo governo; veja como consultar saque (Imagem: Jeane de Oliveira/ FDR)

Um governo estadual está distribuindo cartões pré-pago para centenas de famílias. O  novo benefício vai ajudar uma parcela da população que tem enfrentado dificuldades nas últimas semanas. A previsão é de que até o dia 12 de maio 25 mil famílias tenham recebido.

Novo auxílio

  • Só na primeira semana de entrega dos cartões, 2 mil famílias puderam utilizar R$ 2 mil cada uma; ao todo o investimento foi de R$ 4,14 mil.
  • Os primeiros beneficiados foram de 13 cidades do Vale do Taquari, da Região Metropolitana de Porto Alegre.
  • O novo auxílio é o resultado da campanha de doações feitas via Pix à campanha SOS Rio Grande do Sul.
  • Para receber o benefício é necessário morar em uma das cidades em que o estado de calamidade pública foi decretado pelo Estado.
    • Além de morar em área atingida por calamidade meteorológica no fim de abril e início de maio; 
    • Ter renda mensal familiar de até três salários mínimos, ou seja, R$ 4.236 e renda individual de um salário (R$ 1.412) por pessoa;
    • Estar inscrito no CadÚnico (Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal); 
  • Não ser contemplado no programa Volta Por Cima do governo do RS.

Como fazer doação para o Pix SOS Rio Grande do Sul

  • Chave Pix: CNPJ 92.958.800/0001-38
  • Banco do Estado do Rio Grande do Sul ou Associação dos Bancos no Estado do Rio Grande do Sul

A especialista do FDR, Lila Cunha, apresenta quais os benefícios liberados para o estado, confira.

 

Entre na comunidade do FDR e receba informações gratuitas no seu Whatsapp!

Jamille NovaesJamille Novaes
Baiana, formada em Letras Vernáculas pela UESB, pós-graduada em Gestão da Educação pela Uninassau. Apaixonada por produção textual, já trabalhou como corretora de redação, professora de língua portuguesa e literatura. Atualmente se dedica ao FDR e a sua segunda graduação.