Nova rodada de EXCLUSÃO dentro do Cadastro Único foi confirmada

As famílias que estão inscritas no Cadastro Único para Programas do Governo (CadÚnico) devem se preparar para um novo pente-fino. O Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) confirmou que fará novamente a análise dos dados informados pelos grupos, a fim de excluir aqueles que não atendem aos critérios. 

cadúnico
Nova rodada de EXCLUSÃO dentro do Cadastro Único foi confirmada (Foto: FDR)

O processo de averiguação cadastral no Cadastro Único começou em 2023, o motivo foi que o CGU (Controladoria Geral da União) encontrou muitos dados inconsistências neste cadastro. Por conta disso, foi recomendado que o MDS analisasse as informações e excluisse quem estivesse fora das regras. 

Quem corre o risco de ser excluído do Cadastro Único?

Existem grupos específicos que estão na mira do governo, e que possuem maior chances de serem excluídos do Cadastro Único. O pente-fino acontece em todos os dados, as informações que são compartilhadas pelo representante da família são cruzados com outras bases do governo, logo ninguém “escapa” da verificação.

Mas, têm mais chances de serem cancelados da plataforma:

  • Quem está com dados desatualizados no Cadastro Único há mais de dois anos;
  • Quem alterou alguma informação do cadastro (número de membros da família, endereço, contato, e etc.) e não informou no CRAS;
  • Aqueles que se inscreveram como família unipessoal, mas têm mais de um membro na mesma família.

Estes são os critérios que podem cancelar sua inscrição no CadÚnico, mas há outros tipos de exigências que são específicas de cada programa. Eu listei o que leva a exclusão no Bolsa Família, por exemplo, e você pode conferir por aqui.  

O que fazer se for convocado para averiguação no Cadastro Único?

O representante da família vai ser convocado para averiguação no Cadastro Único por SMS, extrato bancário, ou e-mail. A partir disso tem até 60 dias para comparecer ao CRAS (Centro de Referência e Assistência Social).

  • Compareça até o CRAS onde fez sua inscrição, ou no CRAS mais próximo;
  • Forneça seu número do CPF e NIS (Número de Identificação Social);
  • Apresente os documentos que comprovem que continua dentro das regras para se manter na plataforma;
  • Responda ao questionário socioeconômico. 

Entre na comunidade do FDR e receba informações gratuitas no seu Whatsapp!

Lila Cunha
Autora é jornalista e atua na profissão desde 2013. Apaixonada pela área de comunicação e do universo audiovisual. Suas redes sociais são: @liilacunhaa, e-mail: lilacunha.fdr@gmail.com