Suspensão da cobrança do crédito consignado: saiba como solicitar

O crédito consignado é liberado principalmente para aposentados, pensionistas e servidores públicos. Há chance de colocar fim as cobranças, e o primeiro passo é ter um bom relacionamento com o banco. O FDR explica exatamente quando isso é possível. 

dinheiro
Suspensão da cobrança do crédito consignado: saiba como solicitar (Foto: FDR)

A contratação do crédito consignado é para muitos consumidores a forma mais vantajosa de conseguir empréstimo. As taxas são mais baixas, quando comparadas ao empréstimo pessoal, e o limite é calculado sobre o valor de salário do cidadão.

Por exemplo, no caso dos segurados do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) a margem é de 35% do salário para empréstimo consignado. Isso significa que o cidadão pode comprometer até 35% do seu rendimento para pagar a parcela do crédito, mas não precisa ser em um único banco.

O aposentado pode escolher comprometer 20% do seu salário em um empréstimo no banco X, e outros 15% em um empréstimo no banco Y. O cálculo do limite será feito considerando exatamente quanto o cidadão pode pagar em cada uma das parcelas. 

As mesmas considerações são feitas para servidores públicos, mas neste caso a margem varia de acordo com o empregador. Se for funcionário de estado X a margem é uma, ou da prefeitura Y a margem é outra. É sempre bom verificar essa informação no setor de recursos humanos. 

Como suspender o crédito consignado contratado de boa fé

O crédito consignado contratado de boa fé é aquele que foi solicitado pelo próprio cidadão, e por isso ele está ciente do desconto em seus rendimentos. Ainda assim, em algumas situações é possível pedir que as parcelas deixem de ser cobradas. 

Neste caso, porém, as opções são muito pequenas e mais limitadas. Como:

  • Pelo falecimento do cidadão:
    • quando o titular do salário vem a falecer o seu pagamento é cessado, mais tarde se tornando pensão por morte aos dependentes. Neste caso, todos os descontos que eram feitos em seu salário são desligados;
    • normalmete o banco tem um tipo de seguro e cobertura para situações como essa. 
  • Trocando o banco:
    • o cidadão tem a opção de fazer a portabilidade do seu crédito consignado. Neste caso ele passa a dívida do banco X para o banco Y;
    • O banco Y se responsabiliza por pagar o valor que faltava e quita o contrato, e o cidadão começa a pagar por parcelas mais baixas e com juros menores;
    • A margem que sobra com o fim do consignado no banco X normalmente é usada para pedir empréstimo no banco Y. 
  • Quitando o contrato:
    • as parcelas também podem deixar de serem cobradas no salário do cidadão caso ele opte por quitar todo o contrato, ou seja, zerar a sua dívida. 

Como suspender o crédito consignado contratado de má fé

O crédito consignado contratado de má fé normalmente é fruto de um golpe. Muitos aposentados e pensionistas do INSS são vítimas de ciladas como essa, em que o banco libera o empréstimo sem falar com cidadão. 

Há casos ainda de bancos que forjam um termo, enganam o cidadão e ao assinar o contrato que pensam ser sobre um assunto eles acabam tendo o crédito contratado em seu nome. Eu conto mais sobre os descontos indevidos no salário do INSS nesta matéria. 

Para cancelar esses descontos o assalariado pode:

  • Entrar em contato com o INSS:
    • Ligue para a Central de Atendimento, número 135;
    • No App Meu INSS procure por “excluir mensalidade”.
  • Entre em contato com o seu empregador:
    • Procure o setor de recursos humanos do órgão em que trabalha;
  • Registre uma ocorrência:
    • Faça um Boletim de Ocorrência contra a empresa que contratou crédito sem sua autorização;
    • É possível entrar com ação judicial solicitando o pagamento de danos morais. 

Onde contratar crédito consignado de forma segura?

O crédito consignado não é um sistema ruim, na verdade ele é benéfico para grande para dos consumidores. Pode ser liberado para quem tem CPF com restrição, e a taxa de juros é menor, além do número de parcelas que é extenso. 

Para contratar de forma segura a recomendação é:

  • Procure um banco de sua confiança (por exemplo, aquele que recebe o seu salário);
  • Leia com atenção todas as cláusulas do contrato;
  • Leve um acompanhante de confiança junto com você no momento de pedir o crédito, ele pode te ajudar a lembrar das informações depois;
  • Peça que informações importantes sejam registradas pelo seu e-mail. 

Entre na comunidade do FDR e receba informações gratuitas no seu Whatsapp!

Lila Cunha
Autora é jornalista e atua na profissão desde 2013. Apaixonada pela área de comunicação e do universo audiovisual. Suas redes sociais são: @liilacunhaa, e-mail: lilacunha.fdr@gmail.com