PcDs conseguem acelerar liberação do BPC participando de mutirão do INSS; veja como

Foi confirmado pelo INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) a realização de mutirão de perícias médicas para dar andamento aos pedidos de BPC (Benefício de Prestação Continuada). O serviço é válido para pessoas com deficiência, e deve atender inicialmente as regiões do Nordeste brasileiro. 

bpc
PcDs conseguem acelerar liberação do BPC participando de mutirão do INSS; veja como (Foto: FDR)

Desde o dia 22 de abril, o INSS junto com o Ministério da Previdência Social deram início ao mutirão para fazer perícias por telemedicina no Nordeste. As perícias são focadas em pedidos do BPC para PcD (Pessoa com Deficiência), e visam diminuir a fila de espera para acessar o benefício no estado. 

Como funciona a perícia médica por telemedicina?

A expectativa é de que sejam realizadas cerca de 15 mil perícias por mês. E o objetivo é que 106 agências do INSS sejam alcançadas, para isso o mutirão será gradativo e passará pelas unidades aos poucos até completar a meta. 

Na perícia médica por telemedicina é necessário:

Essa é uma estratégia para atender unidades do INSS no Nordeste onde não há peritos médicos fixos, ou onde o número de peritos é baixo.

Como participar do mutirão de perícias do BPC

Os atendimentos alcançarão os nove estados da região Nordeste, e os interessados precisam agendar o seu atendimento na perícia médica do mutirão. Eu explico mais sobre o pagamento do BPC, nesta matéria. 

Quem já tem perícia marcada também podem ligar e pedir para adiantar o atendimento, se beneficiando do mutirão.

Lila CunhaLila Cunha
Autora é jornalista e atua na profissão desde 2013. Apaixonada pela área de comunicação e do universo audiovisual. Suas redes sociais são: @liilacunhaa, e-mail: lilacunha.fdr@gmail.com
Sair da versão mobile