QR Code e blockchain: Conheça as inovações do novo RG

O novo RG, pautado desde 2022 e introduzido neste ano de 2024, adota tecnologia blockchain para proteger os dados pessoais dos cidadãos. O Cadastro Compartilhado da Receita Federal (b-Cadastros) é atualizado para incluir o processo de CIN, permitindo o compartilhamento seguro de informações com os Órgãos de Identificação Civil (OICs)

QR Code e blockchain: Conheça as inovações do novo RG. Imagem: Jeane de Oliveira/FDR

Essa medida visa garantir maior segurança e integridade nos documentos de identificação. O novo RG, um projeto do Serpro (Serviço Federal de Processamento de Dados), envolve todos os Órgãos de Identificação Civil (OICs). Ele oferece uma solução abrangente para consultas, inscrições e alterações de CPFs e CINs

Essa iniciativa visa agilizar e simplificar o processo de emissão de novos documentos de identificação, tornando-o mais eficiente para os cidadãos. O presidente do Serpro, Alexandre Amorim, ressaltou a importância da tecnologia blockchain na proteção de dados pessoais e na prevenção de fraudes. 

Ele destacou o papel crucial da plataforma b-Cadastros nesse contexto. A iniciativa visa garantir uma experiência digital mais segura para os cidadãos brasileiros. Essa abordagem promove a segurança e a confiabilidade do projeto da Carteira de Identidade Nacional

Amorim ressalta que as aplicações do blockchain oferecem vantagens significativas, como a imutabilidade dos dados. Ele destaca a dificuldade prática de alterar ou falsificar informações registradas nessa tecnologia. Essa característica reforça a segurança e a confiabilidade das informações armazenadas. O novo RG se beneficiará desses atributos, proporcionando maior proteção aos dados pessoais dos cidadãos.

O novo RG incorpora benefícios do blockchain, incluindo descentralização e maior segurança contra ataques cibernéticos. Essa tecnologia distribuída em várias máquinas reduz a vulnerabilidade do sistema. Ela também aumenta a transparência ao permitir o rastreamento de todas as atividades realizadas. Essas características tornam o documento mais confiável e seguro para os cidadãos.

O novo RG introduziu medidas avançadas de segurança, como QR Code e zona de leitura automatizada. Esses recursos permitem verificação pela polícia e em diversos locais públicos e privados. A Carteira de Identidade Nacional (CIN) oferece mais segurança e praticidade no processo de identificação dos cidadãos.

Abaixo você aprende o passo a passo da emissão do novo RG, além de entender tudo sobre o funcionamento do atual e principal documento brasileiro. Neste link, eu te falo mais sobre as mudanças em outra importante documentação, confira!

Como emitir o novo RG?

Para solicitar o novo RG, basta ir ao órgão emissor da sua cidade e apresentar a certidão de nascimento ou casamento. As secretarias de Segurança Pública do Distrito Federal e de cada estado serão as responsáveis por disponibilizar o documento.

Não é possível tirar o novo RG pelo celular. Porém, após a emissão presencial do documento, é disponibilizada uma versão digital. Ela pode ser acessada pelo aplicativo RG Digital do estado em que você emitiu o documento, a partir da leitura do QR Code no verso da versão física.

Para baixar o novo RG pelo celular, basta seguir este passo a passo: 

  1. Acesse a loja de aplicativos do seu celular;

  2. busque pelo app RG Digital do estado em que você emitiu o documento;

  3. com o app instalado, clique na opção “Adicionar RG”;

  4. escaneie o QR Code no verso de seu documento físico;

  5. faça o reconhecimento facial;

  6. crie uma senha de acesso para poder visualizar o documento;

  7. concluído, agora você tem acesso ao seu RG Digital diretamente de seu celular.

O novo RG só pode ser “baixado” de maneira digital após a emissão do novo documento físico com QR Code no verso. Com o documento físico já emitido, você deve solicitar a versão digital diretamente no app do Gov.br.

Quais estados já emitem o novo RG?

  • Acre;

  • Alagoas;

  • Goiás;

  • Mato Grosso;

  • Minas Gerais;

  • Pernambuco;

  • Piauí;

  • Paraná;

  • Rio de Janeiro;

  • Rio Grande do Sul;

  • Santa Catarina.

Quais informações compõem o novo RG?

  • Nome da pessoa e nome social (quando houver);

  • CPF;

  • Sexo;

  • Data de nascimento;

  • Nacionalidade ou naturalidade;

  • Assinatura do titular (opcional em casos de analfabetismo, deficiência ou perda de função momentânea);

  • Nomes da mãe e do pai (quando houver);

  • Órgão expedidor, local e emissão;

  • QR Code para validação eletrônica;

  • Informações sobre tipo sanguíneo;

  • Informações sobre doação de órgãos.

Qual é o prazo de validade do novo RG?

  • Entre 0 e 12 anos: validade de 5 anos;

  • Entre 12 e 60 anos: validade de 10 anos;

  • A partir de 60 anos: validade indeterminada.

Entre na comunidade do FDR e receba informações gratuitas no seu Whatsapp!

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR, onde pesquisa e produz conteúdo sobre economia, direitos sociais e finanças.