Trabalhadores CLT têm direito ao saque Pix da poupança: Confira o valor

Neste mês de abril, os trabalhadores CLT serão beneficiados com o direito ao saque Pix da poupança no valor de até R$ 1.412 como parte de um programa de assistência financeira. Anteriormente, no final de março de 2024, aqueles nascidos em janeiro e fevereiro já haviam recebido, em média, R$ 941 como parte desse suporte financeiro.

Trabalhadores CLT têm direito ao saque Pix da poupança: Confira o valor. Imagem: Jeane de Oliveira/FDR

O saque Pix da poupança destina-se aos trabalhadores CLT, sendo distribuído por meio do PIS/PASEP pela Caixa Econômica Federal (CEF) e Banco do Brasil (BB). Os valores variam de R$ 117 a R$ 1.412, sendo essencial entender os critérios de elegibilidade e os procedimentos para receber esse benefício.

O Governo Federal concede anualmente um auxílio financeiro aos trabalhadores CLT, proporcionando um saque Pix da poupança de, aproximadamente, R$ 823, para este mês de abril.

Para acessar esse benefício, os trabalhadores CLT devem cumprir critérios específicos estabelecidos pelo governo, garantindo assim seu direito ao saque Pix da poupança. Neste link, eu te explico tudo sobre a segunda maneira de ter acesso a benefícios semelhantes para o cidadão com carteira assinada. 

Critérios de recebimento do saque Pix da poupança para trabalhadores CLT?

Para receber o PIS/PASEP, o trabalhador precisa constatar o direito ao abono salarial no ano de referência, neste caso, 2022. Em todo o caso, as regras de elegibilidade não foram alteradas nos últimos anos. Sendo assim, é preciso estar de acordo com os seguintes critérios:

  • Estar inscrito nos programas do PIS/PASEP há, pelo menos, cinco anos; 

  • Ter trabalhado com carteira assinada por, pelo menos, 30 dias consecutivos ou não; 

  • Ter recebido até dois salários mínimos;

  • Ter os dados trabalhistas devidamente informados e atualizados na Relação Anual de Informações Sociais (Rais). 

Muitas pessoas se concentram apenas no fato de terem trabalhado por alguns meses durante o ano de referência para o pagamento. Contudo, se esquecem que é preciso ter, pelo menos, cinco anos de carteira assinada, sejam eles consecutivos ou não. Do contrário, o PIS/PASEP não é liberado. 

O trabalhador também deve se atentar ao período padrão de inscrição no PIS/PASEP, que é de cinco anos. Somente após este tempo o trabalhador terá direito de receber o primeiro abono salarial, mesmo que já cumpra todos os outros requisitos.

Variações de valores do saque Pix da poupança

  • 1 mês trabalhado – R$ 117,67;

  • 2 meses trabalhados – R$ 235,33;

  • 3 meses trabalhados – R$ 353,00;

  • 4 meses trabalhados – R$ 470,65;

  • 5 meses trabalhados – R$ 588,32;

  • 6 meses trabalhados – R$ 706,00;

  • 7 meses trabalhados – R$ 823,66;

  • 8 meses trabalhados – R$ 941,33;

  • 9 meses trabalhados – R$ 1.059,00;

  • 10 meses trabalhados – R$ 1.176,68;

  • 11 meses trabalhados – R$ 1.294,34;

  • 12 meses trabalhados – R$ 1.412,00.

Calendário do saque Pix da poupança para trabalhadores CLT

PIS

  • Janeiro – 15 de fevereiro de 2024;

  • Fevereiro – 15 de março de 2024;

  • Março – 14 de abril de 2024;

  • Abril – 15 de abril de 2024;

  • Maio – 15 de maio de 2024;

  • Junho – 15 de maio de 2024;

  • Julho – 15 de junho de 2024;

  • Agosto – 15 de junho de 2024;

  • Setembro – 15 de julho de 2024;

  • Outubro – 15 de julho de 2024;

  • Novembro – 15 de agosto de 2024;

  • Dezembro – 15 de agosto de 2024.

PASEP

  • Inscrição final 0 – 15 de fevereiro de 2024;

  • Inscrição final 1 – 15 de março de 2024;

  • Inscrição final 2 – 15 de abril de 2024;

  • Inscrição final 3 – 15 de abril de 2024;

  • Inscrição final 4 – 15 de maio de 2024;

  • Inscrição final 5 – 15 de maio de 2024;

  • Inscrição final 6 – 17 de junho de 2024;

  • Inscrição final 7 – 17 de junho de 2024;

  • Inscrição final 8 – 15 de julho de 2024;

  • Inscrição final 9 – 15 de agosto de 2024.

Consulta do saque Pix da poupança por trabalhadores CLT

O cidadão conta com quatro canais de atendimento que podem ser acessados pelo celular para consultar o direito e demais detalhes sobre o abono salarial. São eles: 

  1. Ministério do Trabalho e Previdência;

  2. aplicativo da Carteira de Trabalho Digital;

  3. Site Gov.br;

  4. Telefone 158. 

Nas duas primeiras alternativas o cidadão precisará fazer o acesso a partir da conta dele junto ao site do Governo Federal, para então ser redirecionado à página original onde poderá fazer a consulta sobre o abono salarial. Na hipótese de consulta pelo telefone, basta seguir as instruções dadas pela atendente virtual até chegar à etapa desejada. 

 

Entre na comunidade do FDR e receba informações gratuitas no seu Whatsapp!

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR, onde pesquisa e produz conteúdo sobre economia, direitos sociais e finanças.