Caixa divulga HOJE (01/04) valores do Bolsa Família de abril com R$ 200 e R$ 100 de ACRÉSCIMOS

A Caixa Econômica Federal (CEF) divulgou nesta segunda-feira, 1º de abril, os valores adicionais do Bolsa Família. Alguns grupos de beneficiários terão a chance de receber R$ 200 ou R$ 100 a mais na parcela mínima. 

Caixa divulga HOJE (01/04) valores do Bolsa Família de abril com R$ 200 e R$ 100 de ACRÉSCIMOS. Imagem: Jeane de Oliveira/FDR

O calendário do Bolsa Família deste mês irá vigorar entre os dias 17 a 30 de abril. Neste período, mais de 21 milhões de famílias que se encontram em situação de vulnerabilidade social receberão a parcela mínima de R$ 600

Dentro deste contingente, cerca de 11 milhões de titulares do Bolsa Família terão acesso ao acréscimo de R$ 100 pago pelo Vale-Gás. Enquanto isso, 2,5 milhões recebem um bônus de R$ 200 pelo Pé de Meia.

O Vale-Gás já é um adicional bastante famoso dentro do Bolsa Família. Ele é pago a cada dois meses, liberando um benefício no valor equivalente a 100% da média nacional de preços do botijão de gás de 13 kg

Já o programa Pé de Meia, recém lançado pelo Governo Federal, é uma novidade entre os beneficiários do Bolsa Família. A iniciativa consiste em um incentivo financeiro-educacional aos estudantes de baixa renda, no valor de R$ 200. para recebê-lo, o estudante não precisa se cadastrar, enviar dados ou efetuar qualquer pagamento de taxa. 

Abaixo eu te apresento quais são os grupos elegíveis a ambos os acréscimos mencionados acima, Já neste link, eu listei todos os critérios que precisam ser cumpridos para receber o Bolsa Família, bem como as datas de pagamento do benefício em abril. Confira!

Conheça os adicionais dentro do Bolsa Família

Vale-Gás

O Vale-Gás, financiado pelo Governo Federal, visa amparar famílias em situação de vulnerabilidade econômica, fornecendo o equivalente ao valor médio de um botijão de gás de 13 kg.

Os pagamentos do Vale-Gás referentes a 2024 tiveram início em fevereiro, com a concessão de R$ 102 depositados nas contas da poupança social do Caixa Tem. O recurso é pago aos cidadãos que cumprirem estas regras:

  1. Ter inscrição ativa no Cadastro Único (Cadúnico);

  2. Possuir renda familiar per capita de até meio salário mínimo (R$ 606); OU

  3. Ter renda familiar total igual ou inferior a três salários mínimos;

  4. Recebe também, famílias com renda superior a três salários mínimos, desde que estejam incluídas em programas de transferência de renda implementados pelas três esferas de governo;

  5. Por fim, ter entre os membros da família pessoa que recebe o Benefício de Prestação Continuada (BPC/Loas).

Contudo, é importante lembrar que o alcance do programa é limitado. Sendo assim,  foi liberado algumas regras de prioridade, sendo para:

  1. Famílias com cadastro atualizado no Cadúnico, nos últimos dois anos;

  2. Com menor renda;

  3. Que tenham maior quantidade de integrantes;

  4. Famílias contempladas pelo Auxílio Brasil;

  5. Com cadastro qualificado pelo gestor através do uso das informações da averiguação (se disponíveis).

Pé de Meia 

O Pé de Meia visa auxiliar os estudantes de baixa renda no ensino médio, proporcionando suporte financeiro durante o ano letivo. O programa é promovido pelo Governo Federal em parceria com o Ministério da Educação (MEC).

O incentivo do Pé de Meia é destinado aos estudantes matriculados no ensino médio das redes públicas, com idade entre 14 e 24 anos, pertencentes a famílias inscritas no Cadastro Único (CadÚnico). Neste início, a prioridade é para beneficiários do programa Bolsa Família.

Segundo as regras, os critérios de saída ou desligamento do Pé de Meia incluem solicitação do interessado, reprovação consecutiva, falecimento, evasão ou abandono. Perderá o direito ao incentivo o estudante que:

  • Não atender mais aos requisitos de elegibilidade;

  • Ultrapassar 24 anos de idade;

  • Integrar família unipessoal;

  • Sair da escola pública ou do Bolsa Família entre os anos letivos. 

Em casos especiais, o aluno poderá solicitar o saldo acumulado na poupança após concluir o ensino médio, mediante comprovação. Situações de fraude ou irregularidade resultarão na perda do incentivo, sem direito a reingresso no Pé de Meia, mesmo que o aluno permaneça elegível.

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR, onde pesquisa e produz conteúdo sobre economia, direitos sociais e finanças.