Pé de Meia: governo inicia distribuição dos cartões com bônus de R$ 200 para estudantes

Lançado pelo governo Lula, o programa Pé de Meia oferece bolsas e uma poupança para alunos do ensino médio em situação de vulnerabilidade. Com a distribuição dos cartões, os pagamentos do bônus de R$ 200 começam a chegar às mãos dos estudantes. 

Pé de Meia: governo inicia distribuição dos cartões com bônus de R$ 200 para estudantes. Imagem: FDR

O bônus de R$ 200 pelo Pé de Meia é depositado de acordo com o aniversário dos estudantes. Esse valor será destinado ao incentivo-matrícula até o início de abril. A Caixa Econômica Federal (CEF) abrirá contas digitais automaticamente em nome dos estudantes.

Segundo o MEC, o benefício é anual, independentemente de transferências escolares. Os alunos podem receber o incentivo apenas uma vez por ano letivo. Caso o estudante repita a série, ele terá direito ao Pé de Meia novamente apenas uma vez.

O programa Pé de Meia beneficia estudantes do ensino médio em situação de vulnerabilidade. Destina-se a jovens de famílias carentes registradas no Cadastro Único (CadÚnico).

A iniciativa abrange uma ampla faixa etária, dos 14 aos 24 anos, incluindo estudantes do EJA. Estima-se que cerca de 2,5 milhões de alunos sejam beneficiados pelo programa. No entanto, estudantes registrados como família unipessoal no Bolsa Família não são elegíveis.

O programa visa fornecer suporte financeiro para incentivar a permanência dos jovens na escola. Neste link eu te ensino como se inscrever no programa Pé de Meia e garantir o seu bônus de R$ 200. Confira!

Regras de elegibilidade ao Pé de Meia 

O incentivo do Pé de Meia é destinado aos estudantes matriculados no ensino médio das redes públicas, com idade entre 14 e 24 anos, pertencentes a famílias inscritas no Cadastro Único (CadÚnico). Neste início, a prioridade é para beneficiários do programa Bolsa Família.

Segundo as regras, os critérios de saída ou desligamento do Pé de Meia incluem solicitação do interessado, reprovação consecutiva, falecimento, evasão ou abandono. Perderá o direito ao incentivo o estudante que:

  • Não atender mais aos requisitos de elegibilidade;

  • Ultrapassar 24 anos de idade;

  • Integrar família unipessoal;

  • Sair da escola pública ou do Bolsa Família entre os anos letivos. 

Em casos especiais, o aluno poderá solicitar o saldo acumulado na poupança após concluir o ensino médio, mediante comprovação. Situações de fraude ou irregularidade resultarão na perda do incentivo, sem direito a reingresso no Pé de Meia, mesmo que o aluno permaneça elegível.

Calendário de pagamentos do Pé de Meia

  • 26 de março: quem nasceu em janeiro e fevereiro;

  • 27 de março: quem nasceu em março e abril;

  • 28 de março: quem nasceu maio e junho;

  • 1º de abril: quem nasceu em julho e agosto;

  • 2 de abril: quem nasceu em setembro e outubro;

  • 3 de abril: quem nasceu em novembro e dezembro.

Entre na comunidade do FDR e receba informações gratuitas no seu Whatsapp!

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR, onde pesquisa e produz conteúdo sobre economia, direitos sociais e finanças.