Saque de SALDO do CPF na Nota está liberado: quem acumulou mais de R$ 1,00 já pode sacar

Mais de 14 milhões de consumidores que usaram o CPF na nota já podem resgatar seus prêmios. Valor total da premiação chega a R$ 39,3 milhões. Veja como receber a sua parte sem precisar sair de casa.

Saque de SALDO do CPF na Nota está liberado: quem acumulou mais de R$ 1,00 já pode sacar (Imagem:  Jeane de Oliveira/ FDR)

Já está liberado o saque de R$ 39,3 milhões para pessoas que usaram o CPF na nota fiscal. Premiação é voltada às pessoas físicas, condomínios, entidades beneficentes e pessoas jurídicas optantes pelo regime do Simples Nacional.

Premiação pelo CPF na nota

  • A premiação faz parte do programa Nota Fiscal Paulista.
  • Os ganhadores são pessoas que usaram o CPF na nota no mês de novembro de 2023.
  • É possível resgatar valores a partir de R$ 0,99.
  • Durante o resgate o consumidor deve informar uma conta corrente ou poupança e o valor será creditado em até 20 dias.
  • De acordo com a Secretaria da Fazenda e Planejamento de São Paulo os valores ficarão disponíveis para os consumidores pelo prazo de um ano.
  • Por isso, os valores liberados em março de 2023 expiram nesse mês.

Nossa colunista Laura Alvarenga te apresenta todas as possibilidades de resgate a partir do CPF na nota, confira.

Nota Fiscal Paulista

Confira abaixo os valores disponibilizados pelo programa ao longo desse ano:

Mês  Pessoas físicas Condomínios
 Entidades beneficentes Simples Nacional
Janeiro  R$ 16,68 milhões  R$ 20,39 mil  R$ 20,11 milhões  R$ 488,62 mil
Fevereiro  R$ 16,94 milhões  R$ 25,61 mil  R$ 20,84 milhões  R$ 511,05 mil
Março  R$ 17,58 milhões  R$ 43,63 mil  R$ 21,17 milhões  R$ 524,58 mil

O programa redistribui até 30% do ICMS recolhido aos consumidores que utilizam o CPF ou CNPJ na nota fiscal. O resgate pode ser feito pelo site do programa Nota Fiscal Paulista.

Ao todo o programa já devolveu aos consumidores R$ 18,5 bilhões.

 

Jamille Novaes
Baiana, formada em Letras Vernáculas pela UESB, pós-graduada em Gestão da Educação pela Uninassau. Apaixonada por produção textual, já trabalhou como corretora de redação, professora de língua portuguesa e literatura. Atualmente se dedica ao FDR e a sua segunda graduação.