Quantas faltas na escola faz o Bolsa Família ser bloqueado? Entenda as regras

Quem recebe Bolsa Família sabe que é obrigatório que as crianças estejam estudando regularmente. No entanto, quantas faltas na escola podem fazer os pagamentos serem bloqueados? Essa é uma dúvida muito comum que vamos explicar abaixo

Quantas faltas na escola faz o Bolsa Família ser bloqueado? Entenda as regras (Imagem: FDR)

O Bolsa Família tem como principal objetivo fornecer assistência financeira a famílias em situação de vulnerabilidade socioeconômica. No entanto, para receber esse benefício, é importante que as famílias atendam a certos critérios estabelecidos pelo programa.

O principal critério que pode levar ao bloqueio do Bolsa Família é a frequência escolar das crianças e adolescentes beneficiários. O programa exige que crianças de 4 a 5 anos tenham uma frequência mínima de 60% na escola.

Já para alunos de 6 a 18 anos que ainda não concluíram a educação básica, a frequência mínima exigida é de 75%.

Para fiscalizar os beneficiários, o Governo anunciou que irá utilizar inteligência artificial nos cadastros. A jornalista Lila Cunha revelou tudo o que está sendo planejado, clique aqui para descobrir.

O que pode bloquear o Bolsa Família?

Além da frequência escolar, há outros requisitos que também devem ser cumpridos para manter o benefício do Bolsa Família. Por exemplo, gestantes devem realizar o pré-natal adequadamente, e as crianças menores de 7 anos devem manter o calendário de vacinação em dia.

Existem circunstâncias em que as ausências escolares podem ser justificadas, como doença do aluno ou óbito na família. No entanto, algumas situações, como gravidez precoce, mendicância, trabalho infantil e violência, não têm justificativa e podem levar ao bloqueio do benefício.

É importante que as famílias beneficiárias estejam cientes dessas regras e façam o possível para garantir a presença regular de seus filhos na escola. O Bolsa Família não apenas oferece assistência financeira, mas também incentiva a educação, contribuindo assim para o desenvolvimento futuro das crianças e o rompimento do ciclo da pobreza.

Para saber as últimas atualizações do Bolsa Família, clique aqui.

Ariel França
Jornalista especializado em Direito Administrativo, Gestão Pública e Administração Geral. Possui mais de uma década de experiência em produção de conteúdo para a internet.