Veja TRUQUES para aumentar a restituição do Imposto de Renda

Receita Federal deve iniciar o pagamento da restituição do Imposto de Renda em maio desse ano. Lotes terão contribuintes prioritários e não prioritários. Diversos gastos podem ser devolvidos aos contribuintes; veja.

Veja TRUQUES para aumentar a restituição do Imposto de Renda (Imagem: FDR)

O pagamento da restituição do Imposto de Renda é o grande momento para os contribuintes brasileiros. Afinal, é quando eles podem receber de volta uma parte do valor gasto com impostos ao longo do último ano.

Como é calculado o valor da restituição do Imposto de Renda?

O cálculo é definido por tabela que considera os ganhos mensais do cidadão, a partir disso são definidos se ele terá que declarar e quanto será deduzido. Nesse ano a tabela foi atualizada para os seguintes valores:

Base de Cálculo   Alíquota  Parcela a Deduzir do IR
Até R$ 2.259,00 isento isento
De R$ 2.259,21 até  R$2.826,65  7,50% R$ 169,44
De R$ 2.826,66 até R$ 3.751,05 15% R$ 381,44
De R$ 3.751,06 até R$ 4.664,68 22,50% R$  662,77
Acima de R$ 4.664,68 27,50% R$ 896,00

A partir disso a Receita verifica os impostos pagos pelo contribuinte e, se ele tiver pagado valor maior que o definido pela Receita, terá direito a devolução. Lembrando que o valor devolvido é corrigido a partir da taxa Selic do mês seguinte ao fim do prazo de entrega da declaração.

Lembrando que no caso da declaração simplificada a restituição é limitada a 20% do imposto devido, veja qual o melhor modelo para usar.

Como aumentar a restituição do Imposto de Renda?

Organização

É importante lembrar de declarar todos os gastos para evitar de acabar deixando algum “dinheiro perdido” pela estrada.

Inclua seus dependentes

Eles podem render uma dedução maior, lembrando que é necessário inserir as informações completas relacionadas a eles. Podem ser incluídos como dependentes:

  • Companheiro(a) com quem o contribuinte tenha filho ou viva há mais de 5 anos, ou cônjuge, independentemente se o casal for hetero ou homoafetivo;
  • Filho(a) ou enteado(a), até 21 anos de idade. Ou de qualquer idade, quando incapacitado física ou mentalmente para o trabalho;
  • Filho(a) ou enteado(a) de até 24 anos, se ainda estiver cursando o ensino superior ou escola técnica de segundo grau;
  • Filho(a) ou enteado(a) com deficiência, desde que a sua remuneração não seja maior do que as estabelecidas nas deduções autorizadas;
  • Irmão(ã), neto(a) ou bisneto(a), não sustentado pelos pais, de quem o contribuinte detenha a guarda judicial, com idade até 21 anos, ou em qualquer idade, quando incapacitado física ou mentalmente para o trabalho;
  • Irmão(ã), neto(a) ou bisneto(a), não sustentado pelos pais, de quem o contribuinte detenha a guarda judicial, com idade até 24 anos, se ainda estiver cursando ensino superior ou escola técnica de segundo grau, desde que o contribuinte tenha detido sua guarda judicial até os 21 anos;
  • Irmão(ã), neto(a) ou bisneto(a) com deficiência, não sustentado pelos pais, do(a) qual o contribuinte detém a guarda judicial, em qualquer idade, quando a sua remuneração não seja maior que deduções autorizadas;
  • Pais, avós e bisavós que, no ano anterior, tenham recebido rendimentos, tributáveis ou não, até R$ 22.847,76;
  • Pessoa até 21 anos, em situação de pobreza, que o contribuinte crie e eduque e de quem detenha a guarda judicial;
  • Pessoa absolutamente incapaz, da qual o contribuinte seja tutor ou curador.

Evite a declaração conjunta

O ideal é que cada contribuinte entregue a sua declaração e não faça isso como um casal.

Informe as doações

Inclusive, nesse ano a Receita Federal aumentou o limite de doações, que agora podem ser feitas respeitando os seguintes percentuais:

  • 7% para doações a projetos desportivos e para desportivos
  • 1% para Programa Nacional de Apoio à Atenção Oncológica (Pronon)
  • 1% para Programa de Apoio à Atenção da Saúde da Pessoa com Deficiência (Pronas)

Confira quais são as despesas que podem ser deduzidas do IRPF, clicando aqui.

Veja TRUQUES para aumentar a restituição do Imposto de Renda (Imagem: FDR)

Lotes da restituição 2024

  • Primeiro lote: 31 de maio;
  • Segundo lote: 28 de junho;
  • Terceiro lote: 31 de julho;
  • Quarto lote: 30 de agosto;
  • Quinto e último lote: 30 de setembro.

Os lotes atendem a diversos contribuintes, mas, a prioridade é para aqueles que fazem parte de um dos grupos abaixo:

Idosos acima de 80 anos;

  • Idosos entre 60 e 79 anos;
  • Contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave;
  • Contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério;
  • Contribuintes que adotarem a declaração pré-preenchida ou optarem por receber a restituição via PIX.

Nossa especialista Lila Cunha te ajuda a entender melhor os grupos de contribuintes, confira.

 

Jamille Novaes
Baiana, formada em Letras Vernáculas pela UESB, pós-graduada em Gestão da Educação pela Uninassau. Apaixonada por produção textual, já trabalhou como corretora de redação, professora de língua portuguesa e literatura. Atualmente se dedica ao FDR e a sua segunda graduação.