Benefício extra disponível HOJE (22/03) para trabalhadores; veja como sacar

Contar com a garantia de algum pagamento durante o desemprego é essencial para os cidadãos brasileiros que vivem em situação de vulnerabilidade social e econômica. A liberação de recursos durante esse período auxilia na manutenção da autonomia financeira e contribui para o sustento familiar.

Benefício extra disponível HOJE (22/03) para trabalhadores; veja como sacar. (Imagem: FDR)

Pensando nisso, algums governos estaduais contam com programas que auxiliam os trabalhadores que perderam o vínculo formal de trabalho. No estado de São Paulo, por exemplo, um importante programa está disponível para os cidadãos desempregados e que possuem baixa renda

Entenda como funciona o benefício para desempregados:

  • De acordo com a especialista do FDR, Laura Alvarenga, durante os primeiros meses deste ano mais de 1,2 milhão de brasileiros perderam o vínculo formal de emprego;
  • Com isso, diversas famílias tiveram a renda diretamente impactada;
  • Em São Paulo, para amenizar a situação, o governo disponibiliza um programa para quem perdeu o emprego;
  • Por meio da iniciativa os cidadãos recebem pagamentos mensais;
  • Além disso eles também podem contar com orientação profissional;
  • A medida tem o objetivo de auxiliar na recolocação dessas pessoas;
  • O programa é batizado de Bolsa Trabalho;
  • Com ele, os cidadãos inscritos recebem um pagamento de R$ 540 mensal;
  • O benefício está disponível por um prazo limite de até cinco meses;
  • Os cidadãos recebem o valor como remuneração pela realização de serviços em órgãos públicos do estado;
  • Esse valor é fixo e não varia de acordo com a atividade realizada;
  • Além da remuneração financeira, o trabalhador recebe orientação sobre o trabalho exercido;
  • O programa tem regras específicas e que devem ser cumpridas pelo cidadão;
  • Para fazer parte da iniciativa é preciso que o trabalhador resida em uma das cidades do estado de São Paulo há pelo menos dois anos;
  • Além disso, ele deverá estar desempregado no momento do pedido;
  • Outra exigência é de que ele não esteja recebendo o seguro-desemprego nem faça parte de programa assistencial;
  • Já a renda mensal familiar não deve ultrapassar o limite de meio salário-mínimo por pessoa;
  • Para se inscrever é necessário ainda estar com o CPF em situação regular;
  • As inscrições são feitas por meio programa Bolsa do Povo do Governo de São Paulo.

Confira mais detalhes sobre outro benefício disponível para os brasileiros neste link.

Danielle Santana
Jornalista formada pela Universidade Católica de Pernambuco, já atuou como repórter no Jornal do Commercio, Diario de Pernambuco e Folha de Pernambuco. Nos locais, acumulou experiência nas editorias de economia, cotidiano e redes sociais. Possuí experiência ainda como assessora de imprensa.