Governo anuncia uso de novo recurso no pente-fino do Bolsa Família; saiba como se proteger

O ministro do Desenvolvimento Social, Wellington Dias, anunciou o uso de inteligência artificial (IA) para aprimorar a seleção de beneficiários do Bolsa Família, visando pagar o auxílio somente às pessoas elegíveis. 

Governo anuncia uso de novo recurso no pente-fino do Bolsa Família; saiba como se proteger. Imagem: Jeane de Oliveira/FDR

Cerca de 2% das famílias cadastradas no Bolsa Família não atendem aos critérios, conforme destacou Dias. Por esta razão a pasta busca atingir uma eficiência de 100%. Anteriormente, o processo se baseava no CNIS, cadastro de emprego, e renda declarada, além de dados municipais. 

Agora, serão utilizadas mais de 1,3 pentabytes de informações para cruzamento de dados, garantindo maior precisão na identificação de quem não se enquadra nos critérios estabelecidos.

O ministro fez a declaração durante o lançamento do plano anual da rede federal de fiscalização do Bolsa Família e Cadastro Único. O plano contempla oito ações, incluindo propostas para aprimorar a qualidade da base de dados e unificar o fluxo de denúncias do programa BF e CadÚnico.

Abaixo você terá a chance de entender melhor sobre os novos critérios do programa. Neste link, eu te ensino a manter os dados do CadÚnico atualizados, evitando bloqueios e até o cancelamento do Bolsa Família

Novos critérios do pente-fino do Bolsa Família 

Há cinco diretrizes gerais. Confira:

  1. Não criminalização da pobreza;

  2. Evolução do cruzamento de dados e ampliação das bases;

  3. Ações estruturantes de combate a fraudes, inclusive cibernéticas;

  4. Estruturação do Sistema Único de Assistência Social (SUAS) nos estados e municípios;

  5. Transparência e comunicação com a sociedade.

Aumento nas fraudes do Bolsa Família 

Dias revelou que houve aumento no número de fraudes no ano eleitoral de 2022. Por esta razão, o Governo Federal busca prevenir problemas desde o início, antes do primeiro pagamento. Para isso, visa alcançar eficiência no Cadastro Único e em outros sistemas de proteção social.

Existe uma rede federal de fiscalização do Bolsa Família, garantindo que quem fraudar será penalizado. O plano inclui a criação de grupos de trabalho, um para redução de litigiosidade e outro para propor a aplicação de recursos federais no CadÚnico.

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR, onde pesquisa e produz conteúdo sobre economia, direitos sociais e finanças.