Cesta Básica é liberada para quem recebe Bolsa Família: Veja como receber

O Bolsa Família, além do auxílio financeiro, oferece um benefício adicional essencial: a cesta básica. Entenda como funciona esse suporte, que é administrado pelas prefeituras e governos estaduais.

Dentro dessa proposta, a distribuição da cesta básica varia conforme o município e estado, através de cartões que permitem aos beneficiários escolherem e adquirirem alimentos de acordo com suas preferências.

Segundo a especialista Laura Alvarenga, os valores do auxílio variam entre R$ 150 e R$ 300 e dependem da região, proporcionando um suporte financeiro significativo. Apesar disso, o registro no Cadastro Único constuma ser utilizado pelos governos regionais na maioria dos casos.

Como receber Cesta Básica do Bolsa Família?

Para acessar esse benefício, algumas regras comuns devem ser seguidas:

  • Visita ao CRAS: Comparecer ao Centro de Referência de Assistência Social é o primeiro passo, onde assistentes sociais oferecem atendimento personalizado explicando os critérios para o recebimento das cestas básicas;
  • Cadastro Único: Manter os dados atualizados é essencial para garantir o benefício;
  • Documentação necessária: Apresentar documentos de identificação e comprovação de residência;
  • Liberação por benefício extra: Em alguns lugares, a cesta básica é liberada através de um benefício extra, cujos valores variam;
  • Depósito nas contas do Caixa Tem: O dinheiro é depositado nas contas da poupança social do Caixa Tem, acessíveis via aplicativo.

Regras da Cesta Básica

Para solicitar a cesta básica dentro do Bolsa Família, é importante observar as diretrizes específicas de cada estado, que geralmente incluem restrições de renda e a inscrição no CadÚnico.

Algumas famílias podem ser impedidas de receber o benefício, como aquelas com renda mensal nos últimos doze meses, ou que já recebem outros programas governamentais.

Entre os documentos necessários para inscrição no Bolsa Família pelo CadÚnico, destacamos:

  • CPF,
  • Título de eleitor
  • Comprovante de residência
  • Documento de identificação com foto
  • Entre outros.

Além disso, é fundamental que as famílias cumpram compromissos nas áreas de saúde e educação, como acompanhamento pré-natal, vacinação, acompanhamento nutricional de crianças e frequência escolar mínima.

O Bolsa Família também conta com uma composição específica de benefícios, que inclui o Benefício de Renda de Cidadania, Benefício Complementar, Benefício Extraordinário de Transição, Benefício Primeira Infância, Benefício Variável Familiar, e Benefício Variável Familiar Nutriz, visando atender às necessidades diversas das famílias cadastradas.

Para saber as últimas atualizações sobre o Bolsa Família, clique aqui.

Entre na comunidade do FDR e receba informações gratuitas no seu Whatsapp!

Ariel França
Jornalista especializado em Direito Administrativo, Gestão Pública e Administração Geral. Possui mais de uma década de experiência em produção de conteúdo para a internet.