Bolsa Família paga mínimo de R$ 850 para mães solteiras em março

Responsável por atender mais de 21 milhões de famílias em todo o país, o programa do Bolsa Família realiza mensalmente pagamentos de, no mínimo, R$ 600. No entanto, para alguns grupos, é possível aumentar o valor desse pagamento mensal por meio de benefícios extra.

Bolsa Família paga mínimo de R$ 850 para mães solteiras em março. (Imagem: FDR)

A possibilidade existe porque o programa social conta com diversas iniciativas adicionais. Para as mães solteiras, por exemplo, é possível adicionar alguns benefícios extras. Para tal é necessário que as responsáveis mantenham a inscrição no Cadastro Único atualizada. Esse processo pode ser feito em uma unidade do CRAS.

A medida é essencial porque é por meio do cadastro que o Governo Federal identifica a necessidade do pagamento extra. Os valores que são disponibilizados variam de acordo com cada benefício. O depósito dos recursos é realizado em conjunto com o benefício principal.

O dinheiro é liberado por meio da conta da poupança social do Caixa Tem. Para realizar a movimentação financeira é preciso baixar o aplicativo que está disponível para download neste link. Por meio da plataforma é possível realizar pagamentos, transferências e até mesmo o saque em espécie do benefício social.

Veja a lista completa de benefícios extras do Bolsa Família:

  • Benefício de Renda de Cidadania: adiciona R$ 142 por membro da unidade familiar;
  • Benefício Complementar: complementa o pagamento de famílias cuja soma dos benefícios não atinja o valor de R$ 600;
  • Benefício Primeira Infância: libera R$ 150 mensais para cada criança de zero a sete anos;
  • Benefício Variável Familiar: paga uma parcela extra mensal de R$ 50 para gestantes e jovens de 7 a 18 anos;
  • Benefício Variável Familiar Nutriz: paga um extra de R$ 50 para cada integrante com até sete meses de idade;
  • Benefício Extraordinário de Transição: disponível até maio de 2025. Garante que nenhum beneficiário receba quantidade inferior à concedida no Auxílio Brasil.

Confira outros detalhes sobre o pagamento do Bolsa Família neste link.

Danielle Santana
Jornalista formada pela Universidade Católica de Pernambuco, já atuou como repórter no Jornal do Commercio, Diario de Pernambuco e Folha de Pernambuco. Nos locais, acumulou experiência nas editorias de economia, cotidiano e redes sociais. Possuí experiência ainda como assessora de imprensa.