INSS alerta beneficiários do BPC sobre pagamentos de março; confira o calendário

O INSS acaba de divulgar as datas de pagamento do Benefício de Prestação Continuada (BPC) para o mês de março. Se você é um dos mais de 5 milhões de beneficiários, fique atento às mudanças e regras desta nova rodada dos depósitos.

Recebem o BPC aqueles com renda de até 25% do salário mínimo, inscritos no Cadastro Único. O benefício, destinado a idosos acima de 65 anos ou pessoas com deficiência, independente da idade, é solicitado diretamente ao INSS.

Pagamentos de março

Para saber quando o valor de R$ 1.412 será creditado em sua conta, basta que os beneficiários do BPC identifiquem o último número do seu benefício, antes do hífen. O cronograma completo está disponível no portal do INSS, mas é recomendável fazer a consulta pelo menos dois dias antes do início do calendário.

  • Acesse o App Meu INSS e faça login pelo Gov.br;
  • No menu de serviços, escolha “Extratos”;
  • Selecione “Extrato de pagamentos”;
  • No filtro, indique o mês desejado, neste caso, “março/2024”.

Calendário de Pagamentos do BPC

Os pagamentos do BPC serão feitos nesses dias:

  • Número final do benefício 1: 22/03
  • Número final do benefício 2: 25/03
  • Número final do benefício 3: 26/03
  • Número final do benefício 4: 27/03
  • Número final do benefício 5: 28/03
  • Número final do benefício 6: 01/04
  • Número final do benefício 7: 02/04
  • Número final do benefício 8: 03/04
  • Número final do benefício 9: 04/04
  • Número final do benefício 0: 05/04

Bloqueio nos pagamentos do BPC

Diferentemente da aposentadoria, o BPC pode ser cortado a qualquer momento se o beneficiário não atender aos requisitos. Esses são os principais motivos que geram o bloqueio dos pagamentos:

  • Renda familiar ultrapassando 25% do salário mínimo por pessoa;
  • Óbito do beneficiário;
  • Falta de realização de perícia médica conforme solicitação do INSS;
  • Retorno ao trabalho ou abertura de empresa pelo beneficiário;
  • Cadastro Único desatualizado por mais de dois anos.

Os beneficiários têm 30 dias após o aviso de corte para apresentar justificativa. A contestação pode ser feita por meio da atualização do Cadastro Único e remarcação de perícia médica no INSS. Alternativamente, é possível entrar com um pedido na Justiça para retomar o pagamento, buscando também a recuperação dos salários atrasados.

Entre na comunidade do FDR e receba informações gratuitas no seu Whatsapp!

Ariel França
Jornalista especializado em Direito Administrativo, Gestão Pública e Administração Geral. Possui mais de uma década de experiência em produção de conteúdo para a internet.