INSS convoca 4.351.557 pessoas para prova obrigatória e quem não fizer PERDE o benefício em 60 dias

Responsável por realizar o pagamento de pensões e aposentadorias, o INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) convocou recentemente mais de 4,3 milhões de segurados para realizarem um importante procedimento que garante a manutenção do pagamento do benefício.

INSS convoca 4.351.557 pessoas para prova obrigatória e quem não fizer PERDE o benefício em 60 dias. (Imagem: FDR)

De acordo com o Instituto Nacional a convocação acontece por meio de uma notificação no aplicativo Meu INSS. Além disso, a plataforma também está disponível na versão web e pode ser acessada por meio deste link. O procedimento se trata da prova de vida.

A etapa é realizada anualmente para comprovar que o beneficiário continua vivo e apto a receber o pagamento de sua aposentadoria ou pensão. Caso não realize o procedimento ele poderá ter o pagamento bloqueado.

Saiba mais detalhes sobre a prova de vida do INSS:

  • Desde o ano de 2023 a responsabilidade de realizar a prova de vida passou a ser do INSS;
  • Para tal, o Instituto Nacional realiza o cruzamento de dados;
  • No entanto, quando o rastreamento não é efetivo o titular é convocado para realizar a prova de vida;
  • Isso acontece quando o beneficiário não é encontrado em nenhuma base de dados;
  • Nessas situações o INSS envia uma notificação via aplicativo Meu INSS;
  • Também é possível que uma notificação bancária seja enviada informando da necessidade de procedimento;
  • Após 60 dias dessa notificação, não havendo a comprovação de vida, o pagamento poderá ser bloqueado;
  • Atualmente o processo pode ser feito de diversas formas;
  • As principais são:
  • Comparecer  a um atendimento em Agência da Previdência Social;
  • Receber o pagamento de benefício com biometria;
  • Fazer empréstimo consignado com biometria;
  • Fazer atualizações no Cadastro Único (CadÚnico) do Governo Federal;
  • Realizar a prova de vida presencialmente, em agências bancárias e unidades do INSS.

Confira outras informações sobre os pagamentos realizados pelo INSS neste link.

Danielle Santana
Jornalista formada pela Universidade Católica de Pernambuco, já atuou como repórter no Jornal do Commercio, Diario de Pernambuco e Folha de Pernambuco. Nos locais, acumulou experiência nas editorias de economia, cotidiano e redes sociais. Possuí experiência ainda como assessora de imprensa.