NOVIDADE! Empréstimo para MEI liberado pelo governo tem regras reveladas; confira

Iniciativa que pode liberar empréstimo para MEI terá investimento de R$ 30 bilhões. programa é elaborado pelo governo em parceria com o Sebrae. Veja as informações já divulgadas.

NOVIDADE! Empréstimo para MEI liberado pelo governo tem regras reveladas; confira
NOVIDADE! Empréstimo para MEI liberado pelo governo tem regras reveladas; confira (Imagem FDR)

O recém-criado, Ministério do Empreendedorismo, da Microempresa e da Empresa de Pequeno Porte começa a dar grandes passos. O primeiro é a elaboração de um programa de empréstimo para MEI. A expectativa é de que sejam destinados até R$ 30 bilhões para a implantação do programa.

Atualmente o Brasil tem quase 15 milhões de microempreendedores individuais, todos eles poderão se beneficiar com eessa novidade.

Programa de empréstimo para MEI

  • O programa deve acontecer em parceria entre o governo federal; BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social); Banco do Brasil; Caixa Econômica; e a Finep (Financiadora de Estudos e Projetos).
  • A ideia é oferecer empréstimos com taxas de juros mais baixas.
  • Sendo que cada banco definirá a taxa de juros cobrada em cada linha de crédito.
  • O programa deve durar três anos pelo menos.
  • Ainda não foram divulgadas mais informações sobre o programa, mas a expectativa é de que os Microempreendedores Individuais de todo o país sejam beneficiados.

Renegociação de dívidas dos MEIs

  • Outra preocupação do Ministério do Empreendedorismo é a alta inadimplência dos microempreendedores individuais.
  • A criação do Desenrola MPEs está sendo analisada, justamente no intuito de ajudar os empreendedores a regularizarem os débitos.
  • O programa deve beneficiar também as microempresas (ME) e empresas de pequeno porte.
  • Poderão ser renegociadas as dívidas com valor total até R$ 150 mil.
  • Assim como aconteceu no Desenrola para pessoas física, o programa também vai conceder desconto no valor total da dívida.
  • O saldo devedor também poderá ser quitado de forma parcelada.
  • A proposta já tramita na Câmara dos Deputados e deve ser analisada por comissões em caráter conclusivo.

Entre na comunidade do FDR e receba informações gratuitas no seu Whatsapp!

Jamille Novaes
Baiana, formada em Letras Vernáculas pela UESB, pós-graduada em Gestão da Educação pela Uninassau. Apaixonada por produção textual, já trabalhou como corretora de redação, professora de língua portuguesa e literatura. Atualmente se dedica ao FDR e a sua segunda graduação.