Aposentadoria do INSS pode ser AUMENTADA após revisões; veja opções

Pontos-chave
  • REvisões podem aumentar o valor da aposentadoria.
  • Segurados pdoem incluir contibuições em outras moedas.
  • Regras anteriores à Reforma da Previdência ainda podem ser usadas

Segurado pode fazer revisões na aposentadoria do INSS e aumentar o valor recebido mensalmente. É possível adicionar salários antigos, comprovar tempo de trabalho em atividade nociva à saúde. Conheça melhor essas e outras alternativas.

Aposentadoria do INSS pode ser AUMENTADA após revisões; veja opções
Aposentadoria do INSS pode ser AUMENTADA após revisões; veja opções (Imagem: FDR)

É possível contestar o valor recebido de aposentadoria do INSS através das revisões. O valor pode ser aumentado dentro do prazo de dez anos de aposentadoria. Passado esse período não é mais possível pedir nenhuma das modalidades de revisão que apresentaremos.

Ao provar o erro, o segurado pode receber os valores retroativos de até cinco anos, são os chamados de atrasados. Por sinal, o INSS tem demonstrado interesse em regularizar a situação das revisões já feitas e anunciou o pagamento desses valores.

Quem pode pedir a revisão da aposentadoria?

  • Todos os segurados do INSS que acreditam que o valor recebido esteja errado.
  • No entanto, a revisão só pode ser solicitada em até 10 anos após a sua concessão.
  • O prazo é contato a partir do mês seguinte ao recebimento do primeiro pagamento.
  • Ao fazer o pedido é necessário especificar qual o tipo de correção deve ser feito.

Formas de aumentar a aposentadoria

Revisão por erro de cálculo

Usada quando algum período de trabalho não foi contabilizado ou quando o segurado acredita que recebe menos do que deveria.

Essa revisão pode ser solicitada diretamente ao INSS, para isso o segurado precisa apresentar documentos que comprovem o erro.

Inclusão de tempo em trabalho nocivo à saúde

A chamada aposentadoria especial é voltada aos trabalhadores que realizam atividades que podem causar danos à saúde.

Quem trabalhou em alguma atividade desse tipo antes de 2019 tem o direito de conversão do tempo de trabalho especial em comum, o que poderia aumentar o tempo ode contribuição ao INSS.

Revisão da vida toda

A tão falada revisão da vida toda é usada para uma espécie de “recálculo” da aposentadoria. Através dela é possível incluir contribuições feitas em outra moeda, ou seja, antes da implantação do Real em 1994.

Em 2022 o STF aprovou a revisão, mas ela voltou a ser debatida e ainda não há uma decisão final sobre o tema, saiba mais. Para solicitar é necessário que o benefício tenha sido concedido entre 1999 e 2019.

Revisão do teto de 1991 a 2003

Quem se aposentou com o teto entre 1991 e 2003 tem direito à revisão também. Isso acontece porque o reajuste feito na época foi acima da inflação. No entanto, alguns segurados tiveram parte da renda descartada justamente porque ultrapassavam esse teto.

Agora, eles podem ser beneficiados com a revisão, nesse caso não é aplicado o limite de anos para a solicitação.

Revisão de trabalho no campo

Trabalhadores que exerciam alguma atividade sobre o regime de economia familiar no campo até 1991 mesmo que sem contribuir ao INSS. A revisão é voltada mesmo às pessoas com menos de 12 anos de idade na época do trabalho. Desde que consigam comprovar a atividade realizada.

Aposentadoria do INSS pode ser AUMENTADA após revisões; veja opções
Aposentadoria do INSS pode ser AUMENTADA após revisões; veja opções (Imagem: FDR)

Inclusão de ações trabalhistas

Ao ganhar uma ação trabalhista o segurado pode entrar com o pedido de inclusão das verbas não pagas. Tempo de contribuição, remuneração maior que a declarada inicialmente, podem aumentar o valor do benefício.

Esse recurso é voltado aos segurados que já ganharam a ação, sendo necessário apresentar cópia da decisão favorável ao segurado.

Revisão do direito adquirido antes da reforma

Se o trabalhador tinha adquirido as condições de aposentadoria antes da Reforma, mas, o valor foi calculado pelas novas regras, é possível pedir a revisão.

No entanto, é necessário provar que já possuía direito à aposentadoria antes da Reforma da Previdência.

Antes da reforma os brasileiros podiam se aposentar através de duas regras:

  • Tempo de contribuição – 35 anos para homens e 30 anos para mulheres
  • Idade mínima – 65 anos de idade para homens e 60 anos para mulheres, com o mínimo de 15 anos de contribuição

Entre na comunidade do FDR e receba informações gratuitas no seu Whatsapp!

Jamille Novaes
Baiana, formada em Letras Vernáculas pela UESB, pós-graduada em Gestão da Educação pela Uninassau. Apaixonada por produção textual, já trabalhou como corretora de redação, professora de língua portuguesa e literatura. Atualmente se dedica ao FDR e a sua segunda graduação.