Trabalhador ganha ANTECIPAÇÃO de saldo do FGTS para sanar seus débitos

Uma nova modalidade do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço surge permitindo ao trabalhador a antecipação do saldo do FGTS. A previsão é para que os recursos sejam disponibilizados no próximo mês. 

Trabalhador ganha ANTECIPAÇÃO de saldo do FGTS para sanar seus débitos
Trabalhador ganha ANTECIPAÇÃO de saldo do FGTS para sanar seus débitos. (Imagem FDR)

A antecipação do saldo do FGTS poderá acontecer a partir do FGTS Futuro, nova modalidade do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço, que será lançada pelo governo ainda em março

A proposta visa ampliar o poder de compra de trabalhadores de baixa renda, permitindo que parte da contribuição do empregador seja utilizada para financiar imóveis. Inicialmente, o benefício será direcionado aos beneficiários do Minha Casa Minha Vida, focando em famílias com renda de até R$ 2.640 na Faixa 1. 

O Ministério das Cidades planeja testar o programa antes de expandi-lo para famílias com renda de até R$ 8 mil por mês. Na prática, o saldo do FGTS Futuro servirá como complemento de renda, possibilitando ao tomador do financiamento imobiliário escolher imóveis mais caros.

Assim a prestação será complementada pelos valores que deveriam ser depositados na conta do FGTS. Os débitos ocorrerão automaticamente para auxiliar no pagamento das prestações.

FGTS DIGITAL: O QUE É? COMO ACESSAR? QUAIS SERVIÇOS ESTÃO DISPONÍVEIS?

Quem poderá usar o saldo do FGTS Futuro?

Apenas famílias com renda mensal bruta de até R$ 4,4 mil poderão recorrer ao mecanismo, que poderá ser usado para a compra de apenas um imóvel por beneficiário.

A medida institui uma espécie de consignado do FGTS. Em vez de o dinheiro depositado mensalmente ir para a conta do trabalhador, será descontado para ajudar a pagar as prestações e diminuir mais rápido o saldo devedor do imóvel popular.

Segundo o Ministério do Desenvolvimento Regional, um mutuário que ganha R$ 2 mil por mês, por exemplo, vai poder financiar um imóvel com prestação de R$ 440. Usando o FGTS futuro, mais R$ 160 serão incorporados, fazendo o valor da prestação subir para R$ 600 sem que o trabalhador tire mais dinheiro do próprio bolso.

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR, onde pesquisa e produz conteúdo sobre economia, direitos sociais e finanças.
Sair da versão mobile