ProUni 2024 anuncia data das inscrições com mudanças na seleção

O ProUni 2024 liberou as inscrições na última segunda-feira, 29, para o processo seletivo do 1º semestre. Os interessados têm até quinta-feira, 1º de fevereiro, para se inscreverem pelo Portal Acesso Único, utilizando o login Gov.br com CPF e senha.

ProUni 2024 anuncia data das inscrições com mudanças na seleção
ProUni 2024 anuncia data das inscrições com mudanças na seleção. (Imagem: FDR)

O Programa Universidade Para Todos (ProUni 2024), do Ministério da Educação (MEC), oferece bolsas de estudo integrais (100% da mensalidade) e parciais (50%) em instituições privadas de ensino superior. 

Para participar do ProUni 2024, é necessário ter realizado o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2022 ou 2023, alcançando média mínima de 450 pontos nas áreas de conhecimento e nota superior a zero na redação.

Calendário do ProUni 2024

  • Inscrições: de 29 de janeiro a 1º de fevereiro;
  • Resultado da primeira chamada: 6 de fevereiro;
  • Resultado da segunda chamada: 27 de fevereiro;
  • Manifestação de interesse na lista de espera: 14 e 15 de março;
  • Resultado da lista de espera: 18 de março.

Como se inscrever no ProUni 2024?

De acordo com o Ministro da Educação Camilo Santana, as inscrições para o Prouni 2024 estarão abertas a partir do dia 29 de janeiro. Para fazer a sua inscrição, acesse o site do Prouni (por meio do Portal Único de Acesso ao Ensino Superior) e siga o passo a passo:

  • Faça o login/cadastro na sua conta acesso.gov.br com CPF e senha;
  • Preencha seus dados;
  • Escolha suas duas opções de curso/instituição e modalidade de concorrência (ampla concorrência ou cotas);
  • Acompanhe sua inscrição e faça os ajustes enquanto o período de inscrições Prouni estiver aberto.    

Documentos ProUni 2024

  • RG (original e cópia);
  • CPF (original e cópia);
  • Histórico escolar (original e cópia);
  • Comprovante de residência atualizado (cópia);
  • Comprovante de renda de todos os membros familiares;
  • Certificado de Declaração de Conclusão do Ensino Médio;
  • Certidão de nascimento (original e cópia).

Quem pode participar do ProUni 2024?

Todos os estudantes que terminaram o ensino médio e fizeram as provas do Enem nos últimos dois anos podem se inscrever no ProUni, inclusive quem estudou em escola particular. 

Desde o segundo semestre de 2022, o programa passou a aceitar a participação desse grupo de estudantes, que não tiveram bolsa de estudos, além dos estudantes da rede pública. Para bolsas integrais, o candidato pré-selecionado deve comprovar renda familiar bruta mensal, por pessoa, de até 1,5 salário mínimo

Já para a parcial, a renda mensal per capita exigida é de até 3 salários mínimos. Também podem participar do ProUni os professores da rede pública de ensino, no efetivo exercício do magistério da educação básica, integrante de quadro de pessoal permanente de instituição pública. 

Nesse caso, não há requisitos de renda, mas o professor concorre exclusivamente a bolsas em cursos de licenciatura e pedagogia. Os interessados em participar do ProUni devem:

  • Ter cursado o ensino médio integralmente em uma escola  pública;
  • Ou ter cursado o  ensino médio integralmente  em uma escola particular como  bolsista integral;
  • Ou ter cursado o  ensino médio parcialmente  na rede pública e na rede privada como  bolsista integral;
  • Ou ter cursado o  ensino médio parcialmente  na rede pública e na rede privada com ou sem bolsa parcial;
  • Ou ter cursado o ensino médio integralmente em uma escola particular ,  com ou sem bolsa parcial;
  • Ou ser uma pessoa com deficiência;
  • Ou ser professor na rede pública de ensino , sendo essa volta para cursos de licenciatura e pedagogia.

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR, onde pesquisa e produz conteúdo sobre economia, direitos sociais e finanças.