Conta de luz GRATUITA para idosos: descubra como ter direito ao benefício

Arcar com as despesas de uma casa pode ter um alto custo para grande parte da população brasileira. Para auxiliar nessa questão, alguns governos tem liberado o benefício da conta de luz gratuita para idosos.

Conta de luz GRATUITA para idosos: descubra como ter direito ao benefício
Conta de luz GRATUITA para idosos: descubra como ter direito ao benefício. (Imagem: FDR)

No Estado de Minas Gerais, por exemplo, é possível obter até dois anos de isenção no pagamento da conta. A iniciativa está disponível para os cidadãos por meio de um processo simples.

Saiba como garantir a conta de luz gratuita:

  • Benefício da isenção no pagamento da conta de luz pode ser garantido por meio de uma promoção da Cemig;
  • A iniciativa deverá liberar um crédito de R$ 5 mil para o pagamento da conta;
  • O valor poderá ser usado em até dois anos;
  • Para participar da promoção, o cidadão deve se inscrever por meio do site da campanha batizada de “2 Anos Sem Conta Cemig”;
  • Outra opção é realizar a inscrição no programa da Tarifa Social;
  • Criada pelo Governo Federal, a iniciativa libera descontos que variam entre 65% e 100% do valor total da conta;
  • O benefício está disponível para idosos de baixa renda e que estejam inscritos no CadÚnico;
  • Além disso, o desconto também é liberado para idosos que fazem parte de programas sociais como o Benefício de Prestação Continuada;
  • aqueles que recebem o Bolsa Família também podem garantir a isenção;
  • O desconto final será calculado com base em dois fatores. São eles:
  • Renda média da família da qual o idoso faz parte;
  • Consumo médio de energia por mês da residência;
  • 65% de desconto para consumo mensal entre 0 e 30 kWh;
  • 40% de desconto para consumo mensal entre 31 e 100 kWh;
  • 10% de desconto para consumo mensal entre 101 e 220 kWh;
  • Acima de 221 kWh não há descontos oferecidos.

Confira mais detalhes sobre outro importante benefício para idosos neste link.

Danielle Santana
Jornalista formada pela Universidade Católica de Pernambuco, já atuou como repórter no Jornal do Commercio, Diario de Pernambuco e Folha de Pernambuco. Nos locais, acumulou experiência nas editorias de economia, cotidiano e redes sociais. Possuí experiência ainda como assessora de imprensa.