IPVA 2024 ficará mais barato; aprenda a consultar os valores a pagar

IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) 2024 ficará mais barato após dois anos em alta. No estado de São Paulo, por exemplo, 4,1% abaixo na comparação com 2023, segundo o valor venal dos veículos medido pela Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas). Entenda o cenário.

IPVA 2024 ficará mais barato; aprenda a consultar os valores a pagar
IPVA 2024 ficará mais barato; aprenda a consultar os valores a pagar

O Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores é pago anualmente por motoristas e pilotos. O IPVA 2024 deve ser cobrado nos primeiros meses do próximo ano. O pagamento é importante para a regularização do veículo.

Valor do IPVA 2024

A alíquota do IPVA varia de acordo com o estado. A forma mais comum de cálculo é através do preço médio do veículo no ano anterior segundo a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Tabela Fipe).

Confira a alíquota em cada estado:

  • Acre: É cobrada alíquota de 1% a 2%;
  • Alagoas: A alíquota no estado varia de 1% a 3,25%;
  • Amapá: No estado a alíquota é de 0,5% a 1,5%
  • Amazonas: Nesse ano a alíquota no estado teve um aumento de 0,5% em
  • relação ao ano anterior, com isso, ela ficou entre 0,7% e 3,5%
  • Bahia: É cobrada alíquota de 1% a 3%;
  • Ceará: No estado a alíquota varia de 1% a 3,5%;
  • Espírito Santo: Alíquota de 1% a 2%;
  • Goiás: Alíquota de 1,25% a 3,75%;
  • Maranhão: Alíquota de 1% a 2,5%;
  • Mato Grosso: Alíquota cobrada de 1% a 4%;
  • Mato Grosso do Sul: Alíquota de 1,5% a 4,5%;
  • Minas Gerais: Alíquota de 1% a 4%;
  • Pará: Alíquota de 0,5% a 2,5%;
  • Paraíba: A alíquota é de 2,5%
  • Paraná: Alíquota variando entre 1% e 3,5%;
  • Pernambuco: Alíquota que varia de 1 a 4%
  • Piauí: Alíquota de 1% a 3%;
  • Rio de Janeiro: Alíquota de 0,5% a 4%;
  • Rio Grande do Norte: Alíquota de 1,5% a 3%;
  • Rio Grande do Sul: Alíquota de 1% a 3%;
  • Rondônia: Alíquota de 1% a 3%
  • Roraima: Alíquota de 2% a 3%
  • Santa Catarina: Alíquota de 1% a 2%;
  • São Paulo: Alíquota de 1% a 4%;
  • Sergipe: Alíquota de 1% a 10%;
  • Tocantins: Alíquota de 1% a 10%.

Vittoria Fialho
Jornalista formada pela Universidade Católica de Pernambuco, já esteve como repórter no Diario de Pernambuco e no Portal NE45 Minutos. Nos veículos, fez parte das editorias de redes sociais e esportes. Também acumula experiência na assessoria de imprensa do Clube Náutico Capibaribe. Suas redes sociais são: @vtfialho e [email protected].