Celular Seguro: Teve o celular roubado mas não baixou o app? Aprenda como bloqueá-lo remotamente

Lançado recentemente pelo Governo Federal, o programa celular seguro garantirá que os cidadãos brasileiros possam realizar o bloqueio dos aparelhos de smartphone roubados de forma rápida. Saiba como ativar o bloqueio do celular de forma remota.

Celular Seguro: Teve o celular roubado mas não baixou o app? Aprenda como bloqueá-lo remotamente
Celular Seguro: Teve o celular roubado mas não baixou o app? Aprenda como bloqueá-lo remotamente. (Imagem: FDR)

A plataforma criada pelo Governo Federal é gratuita e está disponível para os cidadãos por meio do aplicativo, que está disponível para download neste link. Outra opção é acessar o sistema por meio do site, disponível neste link.

Saiba como realizar o bloqueio por meio do Celular Seguro:

  • Ao acessar a plataforma, o cidadão deverá entrar em sua conta Gov.BR;
  • Em seguida, será preciso ler os termos de uso e aviso de privacidade dos dados informados na tela;
  • Caso esteja de acordo, ele deverá clicar no botão “concordo”;
  • Em seguida, três opções serão apresentadas ao cidadão;
  • Para aquele que já teve o celular roubado ou furtado, será necessário clicar na opção registrar ocorrência;
  • Na página seguinte, será preciso informar o número do IMEI;
  • O código é único para cada celular e está disponível na caixa do aparelho;
  • Ao inserir os dígitos na plataforma, ele deverá clicar na opção de botão de segurança;
  • Ao acioná-la, o celular roubado ou furtado deverá ser bloqueado no prazo máximo de até 10 minutos;
  • Com o bloqueio, o celular ficará inutilizado;
  • Até o momento, diversas instituições aderiram a iniciativa que visa dificultar o acesso dos ladrões as informações pessoais e bancárias do cidadão;
  • Entre elas, o Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Bradesco, Santander, Itaú, Banco Inter, Sicoob, XP Investimentos, Banco Safra, Banco Pan, BTG Pactual e Sicredi;
  • Em fevereiro, outras instituições deverão aderir a plataforma;
  • Entre elas, as operadoras de telefonia celular;
  • Com isso, o programa deverá expandir sua proteção aos cidadãos.

Confira outras informações sobre como funcionará o programa de bloqueio do celular neste link.

Danielle Santana
Jornalista formada pela Universidade Católica de Pernambuco, já atuou como repórter no Jornal do Commercio, Diario de Pernambuco e Folha de Pernambuco. Nos locais, acumulou experiência nas editorias de economia, cotidiano e redes sociais. Possuí experiência ainda como assessora de imprensa.