Celular Seguro: passo a passo de como bloquear celular roubado na plataforma do governo

Pontos-chave
  • Projeto do Governo é gratuito e oferece aplicativo.
  • Sistema bloqueia o aparelho em poucos minutos.
  • Sistema já está disponível nas lojas de aplicativo.

Lançamento do Ministério da Justiça e Segurança Pública oferece site e aplicativo gratuito para deixar seu celular seguro. Aparelhos poderão ser bloqueados a distância em caso de roubo ou furto. Veja como utilizar o serviço.

Celular Seguro: passo a passo de como bloquear celular roubado na plataforma do governo
Celular Seguro: passo a passo de como bloquear celular roubado na plataforma do governo (Imagem: FDR)

Só em 2022, 1 milhão de aparelhos foram roubados no Brasil, uma média de 2.738 furtos por dia. Uma novidade do Governo Federal vai ajudar a deixar o seu celular seguro de forma fácil e gratuita.

O Projeto Celular Seguro foi lançado na última terça-feira, 19, pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP).

“Quando tentamos enfrentar este problema do ponto de vista da ocorrência ele é muito pulverizado, então começamos a pensar em como enfrentar a questão de forma estruturada. Precisamos incidir sobre os problemas reais da população, que está em todas as partes do Brasil. Sem dinheiro em papel, o aparelho é um grande patrimônio, porque nele constam dados pessoais, bancários, cartões de crédito. Toda a vida está ali”, comenta o secretário-executivo do MJSP, Ricardo Cappelli.

Projeto Celular Seguro

A ideia é oferecer um sistema que funcione como uma espécie de “botão de segurança“, onde o dono o acionará e os aplicativos e o aparelho serão bloqueados em até dez minutos. Com isso o celular deve ficar inutilizado para quem o furtou/roubou.

Com essa ação os crimes devem ser reduzidos, afinal a receptação será impossível, já que o aparelho vai estar totalmente bloqueado.

Sobre a segurança do sistema, o Governo informou que os dados serão tratados a partir da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD. Ou seja, eles são mantidos sob sigilo e não poderão ser utilizados para outras finalidades.

Nesse sistema não existe a opção de bloqueio temporário. Se o aparelho for recuperado o dono terá que entrar em contato com a operadora, instituições bancárias e parceiros do Projeto Celular Seguro.

Empresas parceiras do Projeto Celular Seguro

Bloqueios já disponíveis:

  • Febraban – Federação Brasileira de Bancos
  • Banco do Brasil
  • Caixa Econômica Federal
  • Bradesco
  • Santander
  • Itaú
  • Banco Inter
  • Sicoob
  • XP Investimentos
  • Banco Safra
  • Banco Pan
  • BTG Pactual
  • Sicredi

Bloqueios disponíveis a partir de fevereiro de 2024:

Demais parceiros:

  • Google
  • 99 Táxi
  • Ifood
  • Zetta
  • Uber
  • Abinee – Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica

Caso o celular bloqueado seja encontrado o dono deve entrar em contato com essas operadoras para fazer o debloqueio. Também é possível que seja necessário o contato em caso de troca de aparelho após o bloqueio do antigo.

Celular Seguro: passo a passo de como bloquear celular roubado na plataforma do governo
Celular Seguro: passo a passo de como bloquear celular roubado na plataforma do governo (Imagem; FDR)

Como bloquear o celular pelo aplicativo do Governo?

Veja o passo a passo para fazer o seu registro e utilizar o sistema após perder o aparelho celular:

  • Acesse a loja de aplicativos do seu celular.
  • No campo de pesquisa digite “Celular Seguro” e instale o aplicativo.
  • Faça o login usando a sua conta gov.br.
  • Leia os Termos de Uso e Aviso de Privacidade dos Dados do aplicativo e clique em “concordo”.
  • Na tela inicial do aplicativo você vai encontrar três ícones: Pessoas de confiança (para cadastrar pessoas que em caso de perda, roubo ou furto do aparelho, poderão criar ocorrências); Registrar telefone (registro do aparelho para conectá-lo diretamente ao seu CPF); e Registrar ocorrência (em caso de roubo ou furto seja registrada a ocorrência).
  • Ao registrar uma pessoa de confiança ela passa a visualizar o seu aparelho e poderá registrar uma ocorrência, caso algo aconteça.
  • Registre seu aparelho preenchendo o formulário com os dados dele, como: marca e modelo, a pessoa de confiança, a operadora, o telefone, o estado e a cidade, o número de série, o número do IMEI*.
  • Caso aconteça o furto ou roubo, o próprio usuário ou a pessoa de confiança deve clicar no “botão de Alerta” para registrar a ocorrência informando o fato.
  • Um número de protocolo será gerado e deve ser guardado pelo dono.

Para ter acesso ao número IMEI digite *#06# no seu celular e aperte a tecla de ligar. O sistema também pode ser acessado pelo site.

Jamille Novaes
Baiana, formada em Letras Vernáculas pela UESB, pós-graduada em Gestão da Educação pela Uninassau. Apaixonada por produção textual, já trabalhou como corretora de redação, professora de língua portuguesa e literatura. Atualmente se dedica ao FDR e a sua segunda graduação.