Governo anuncia conta de luz MAIS BARATA; veja que serão os beneficiados

Você sabia que 2024 pode trazer descontos na conta de luz? Isso porque partir de janeiro do próximo ano alguns consumidores poderão escolher a empresa que concederá energia para eles. A expectativa é de que essa ação deixa a conta de luz 35% mais barata. Entenda.

Governo anuncia conta de luz MAIS BARATA; veja que serão os beneficiados
Governo anuncia conta de luz MAIS BARATA; veja que serão os beneficiados. Imagem: FDR

Apesar da novidade positiva, os descontos não estarão disponíveis para todos os brasileiros. Há regras. Abaixo, entenda o funcionamento da possibilidade e como ter acesso.

Consumo de energia no Brasil

Atualmente o país tem duas formas de consumo de energia elétrica:

Pela Concessionária

  • Essa é a forma mais comum aplicada tanto às empresas quanto às residências;
  • Funciona através do ACR (Ambiente de Contratação Regulada);
  • Nessa modalidade o consumidor é cobrado pelo consumo e pelas taxas;
  • Além disso, também podem ser aplicadas as bandeiras tarifárias.

Pelo Mercado Livre de Energia

  • Também chamado de ACL (Ambiente de Contratação Livre);
  • Nessa modalidade o consumidor negocia direto com o fornecedor e decide qual a empresa que vai contratar para fornecer energia elétrica;
  • Por isso, essa modalidade não se aplica às residências.

Conta de luz mais barata em 2024

  • É justamente o Mercado Livre de energia que pode baratear a conta de luz.
  • A oportunidade de escolher quem oferece sua energia estará disponível para os consumidores que utilizam acima de 2,3 kV.
  • Isso inclui: mercadinhos, hotéis, pousadas, galpões de logística, laboratórios de análise, centros comerciais, grandes restaurantes e pequenas indústrias.
  • Antes apenas quem consumiu mais de 500 kV poderia utilizar o Mercado Livre de Energia.
  • A contratação do serviço pelas empresas que consomem 2,3 kV só poderá ser finalizada a partir de 1º de janeiro de 2024, mas, ela pode ser iniciada a partir de agora.
  • O consumidor que decidir utilizar essa modalidade deve informar a concessionária atual 6 meses antes do vencimento do contrato.
  • Para incentivar essa migração as empresas têm oferecido descontos de 10% a 35%.

Vittoria Fialho
Jornalista formada pela Universidade Católica de Pernambuco, já esteve como repórter no Diario de Pernambuco e no Portal NE45 Minutos. Nos veículos, fez parte das editorias de redes sociais e esportes. Também acumula experiência na assessoria de imprensa do Clube Náutico Capibaribe. Suas redes sociais são: @vtfialho e [email protected].