INSS muda idade e tempo de contribuição para se aposentar em 2024

Conquista dos trabalhadores formais do país, a aposentadoria pelo INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) deverá passar a contar com novas regras em 2024. A mudança faz parte das modificações previstas pela Reforma Previdência, que já está em vigor em todo o país.

INSS muda idade e tempo de contribuição para se aposentar em 2024
INSS muda idade e tempo de contribuição para se aposentar em 2024. (Imagem: FDR)

As modificações deverão acontecer anualmente até que o período de transição da Reforma da Previdência seja encerrado. A previsão é que isso só aconteça em 2033. Dessa forma, uma série de mudanças deverão ser registradas nos próximos anos.

Saiba mais sobre as mudanças nas regras da aposentadoria do INSS:

  • A partir do próximo ano, a idade mínima para ter o benefício concedido passará a ser de 65 anos para homens e 62 anos para mulheres;
  • No entanto, vale lembrar que a regra só é válida para os trabalhadores que iniciaram a atividade formal quando a reforma já havia sido aprovada;
  • Mudanças começaram a ser implantadas em 2019;
  • Dessa forma, quem já possuía vínculo de emprego e havia realizado contribuições para o INSS antes desse período, segue na regra de transição;
  • Para esse grupo, a regra utilizada é a do sistema de pontos;
  • Por meio dele, o trabalhador precisa somar a idade que possui no ano vigente e os anos já trabalhados;
  • Para homens, a soma mínima deverá ser de 101 pontos;
  • Já para as mulheres, o resultado mínimo para garantir a aposentadoria precisa ser de 91 pontos;
  • Anualmente, a contagem é reajustada;
  • Em 2028 ela deverá chegar ao seu valor final para os homens;
  • Soma ficará fixada em 105 pontos;
  • Já para mulheres, o resultado final só será atingido no ano de 2033;
  • Para elas, a soma a ser obtida deverá ser de 100 pontos;
  • Ao final deste período, a regra de transição será encerrada e a aposentadoria terá critérios iguais para todos os trabalhadores.

Confira mais informações sobre os pagamentos realizados pelo Instituto Nacional do Seguro Social neste link.

Danielle Santana
Jornalista formada pela Universidade Católica de Pernambuco, já atuou como repórter no Jornal do Commercio, Diario de Pernambuco e Folha de Pernambuco. Nos locais, acumulou experiência nas editorias de economia, cotidiano e redes sociais. Possuí experiência ainda como assessora de imprensa.