Aprenda a como consultar o Bolsa Família pelo CPF e pelo código NIS

Pontos-chave
  • Benefício é pago mensalmente às fmaílais em vulnerabildiade social
  • Bolsa Família tem o valor mínimo de R$ 600
  • Consulta com o CPF é a forma mais rápida de ter acesso as informações

Com o Bolsa Família os brasileiros têm uma renda mensal que contribui com as compras de alimentos e pagamento de contas. O benefício é pago aos inscritos no Cadastro Único, que também dá acesso a outros programas.

Aprenda a como consultar o Bolsa Família pelo CPF e pelo código NIS
Aprenda a como consultar o Bolsa Família pelo CPF e pelo código NIS (Imagem: FDR)

Atualmente 21,06 milhões de famílias recebem o Bolsa Família mensalmente. O valor é pago pelo Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome. Através do MDS as famílias recebem, pelo menos, R$ 600.

Segundo o Ministério, o valor médio do Bolsa Família é de R$ 680,61, isso acontece por causa dos adicionais que são variáveis segundo a composição da família. O programa foi relançado nesse ano como substituto do Auxílio Brasil, que em 2022, tinha como valor médio R$ 394,48.

Quem tem direito?

Famílias cuja renda mensal por pessoa seja até R$ 218 por mês. Por exemplo: uma família formada por seis pessoas e nela apenas uma trabalha, recebendo R$ 1.320 mensais. Nesse caso a renda familiar por pessoa será de R$ 217, o que garante o acesso ao benefício.

Além disso, também é necessário estar inscrito no Cadastro Único (CadÚnico), é a partir dele que o número NIS é gerado.

Como consultar o Bolsa Família

A forma mais fácil de você fazer a consulta é utilizando o número do seu CPF; veja abaixo algumas formas:

Portal Cidadão da Caixa

  • Acesse o site Cidadão Caixa;
  • Insira o número do seu CPF no login;
  • Digite a sua senha, a mesma usada no aplicativo Caixa Trabalhador e do Bolsa Família;
  • Selecione “Consulta do benefício Bolsa Família”.

Ministério da Cidadania

  • Faça uma ligação gratuita para a Central de Atendimento 121;
  • O sistema vai solicitar o seu nome completo e o número do seu CPF.

Cadastro Único

  • Acesse o aplicativo do CadÚnico
  • Insira seu CPF;
  • Digite a sua senha da conta gov.br;
  • Selecione a opção do Bolsa Família.

Caixa

  • Ligue para o número 111;
  • Informe o seu CPF;
  • Selecione a opção do Bolsa Família.

Lembrando que em todas as opções ´encessário usar o número do CPF do beneficiário do programa.

Aprenda a como consultar o Bolsa Família pelo CPF e pelo código NIS (Imagem: FDR)
Aprenda a como consultar o Bolsa Família pelo CPF e pelo código NIS (Imagem: FDR)

Valor do Bolsa Família

O MDS paga todos os meses o Benefício de Renda de Cidadania (BRC) no valor de R$ 142. Desde junho desse ano paga também o Benefício Complementar (BCO), ele garante que as famílias recebam, pelo menos, R$ 600. Para aquelas que não atingirem esse valor através do BRC, o Governo faz a complementação.

O valor recebido pode ser ainda maior por causa dos adicionais chegando a R$ 1.278, saiba mais. Confira abaixo quais são os adicionais pagos atualmente:

  • Benefício primeira infância: adicional de R$ 150 para cada criança de 0 a 6 anos de vida. O pagamento chega a 9,6 milhões de crianças, por meio de um repasse de R$ 1,35 bilhão.
  • Benefício variável familiar nutrizes: adicional de R$ 50 para cada recém-nascido até 6 meses. São destinados R$ 20 milhões para 420 mil nutrizes.
  • Benefício variável familiar: adicional de R$ 50 para as famílias com gestantes, crianças e adolescentes entre 7 e 18 anos incompletos. Sendo R$ 22 milhões para 462 mil gestantes; R$ 578 milhões para 12,6 milhões de crianças e adolescentes de sete a 16 anos e mais R$ 136 milhões para 3 milhões de adolescentes de 16 a 18 anos.

Além desses adicionais, o Governo também criou a Regra de Proteção, com ela a família permanece no programa mesmo que a renda familiar tenha aumentado. Nesse caso o valor pago é de até meio salário-mínimo, ou seja, R$ 660. A permanência através dessa regra é de até dois anos.

Caso a renda seja reduzida novamente ou ela precise retornar após pedir para sair, existe a regra do Retorno Garantido, que permite a volta recebendo os adicionais.

Para 2024 o Bolsa Família deve continuar a se pago, inclusive, existe a expectativa de que o valor seja reajustado após o aumento do salário mínimo.

Veja as informações já divulgadas para o próximo ano, clicando aqui.

Jamille Novaes
Baiana, formada em Letras Vernáculas pela UESB, pós-graduada em Gestão da Educação pela Uninassau. Apaixonada por produção textual, já trabalhou como corretora de redação, professora de língua portuguesa e literatura. Atualmente se dedica ao FDR e a sua segunda graduação.