Novo calendário para o PIS/PASEP 2024 é anunciado pelo governo. Confira!

O Governo Federal traz novidades quanto ao calendário do PIS/PASEP 2024. As datas dos pagamentos já foram definidas pelo Executivo Federal, aguardando apenas a aprovação do Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat)

Novo calendário para o PIS/PASEP 2024 é anunciado pelo governo. Confira!
Novo calendário para o PIS/PASEP 2024 é anunciado pelo governo. Confira! (Imagem: FDR)

A previsão é para que o Codefat se reúna no dia 13º de dezembro para votar as datas de pagamento do PIS/PASEP 2024. Importante reforçar que, a folha de pagamento do abono salarial que irá vigorar no próximo ano, tem referência no tempo de trabalho exercido em 2022

Se a votação for favorável, os trabalhadores devem começar a receber o PIS/PASEP 2024 a partir do dia 15 de fevereiro, podendo efetuar saques até o dia 27 de dezembro do ano que vem. Lembrando que os últimos calendários propostos pelo Governo Federal foram aprovados por unanimidade pelo conselho. 

O PIS/PASEP 2024 é dividido em duas partes. A primeira consiste no PIS (Programa de Integração Social) destinado a trabalhadores da iniciativa privada que é pago pela Caixa Econômica Federal (CEF)

A segunda parte se refere ao Pasep (Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público) é concedido aos servidores públicos pelo Banco do Brasil (BB). Confira as regras de elegibilidade e calendário de saque do PIS/PASEP 2024 a seguir!

ESSE É O DIA DO PAGAMENTO DO 13º SALÁRIO EM 2023: VEJA O VALOR, COMO CALCULAR E QUEM TEM DIREITO

Calendário do PIS/PASEP 2024

PIS

PASEP

Quem tem direito ao saque do PIS/PASEP 2024?

Para receber o PIS/PASEP, o trabalhador precisa constatar o direito ao abono salarial no ano de referência, neste caso, 2022. Em todo o caso, as regras de elegibilidade não foram alteradas nos últimos anos. Sendo assim, é preciso estar de acordo com os seguintes critérios:

Muitas pessoas se concentram apenas no fato de terem trabalhado por alguns meses durante o ano de referência para o pagamento. Contudo, se esquecem que é preciso ter, pelo menos, cinco anos de carteira assinada, sejam eles consecutivos ou não. Do contrário, o PIS/PASEP não é liberado. 

O trabalhador também deve se atentar ao período padrão de inscrição no PIS/PASEP, que é de cinco anos. Somente após este tempo o trabalhador terá direito de receber o primeiro abono salarial, mesmo que já cumpra todos os outros requisitos.

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR, onde pesquisa e produz conteúdo sobre economia, direitos sociais e finanças.
Sair da versão mobile