Ceia de Natal fica mais cara em 2023 e consumidores devem preparar o bolso

O mês de dezembro começou, e junto com ele os planos para as festas de fim de ano, inclusive a ceia de Natal. De acordo com a Abras (Associação Brasileira de Supermercados), embora 62% dos empresários do setor acreditem no crescimento das vendas, os produtos que compõem a ceia estão mais caros.

Ceia de Natal fica mais cara em 2023 e consumidores devem preparar o bolso
Ceia de Natal fica mais cara em 2023 e consumidores devem preparar o bolso (Imagem: FDR)

A pesquisa da Abras mostrou que neste ano, a ceia de Natal deve ficar com valores acima da inflação. E que devido ao aumento mais consumidores devem optar por marcas mais baratas, ou ainda, pela substituição de alguns itens que são tradicionais. A cesta natalina é composta por dez produtos.

Valor da ceia de Natal em 2023

A pesquisa da Abras mostrou que o preço médio da cesta com produtos típicos que devem compor a ceia de Natal registrou alta de 8,9%, se comparado com o ano passado. Logo está acima da inflação acumulada em 12 meses (4,82%).

Para o levantamento, foram considerados dez produtos que são mais tradicionais e que durante o período natalino aumentam o consumo. São eles: aves natalinas, azeite, caixa de bombom, espumante, lombo, panetone, pernil, peru, sidra e tender.

Juntos, eles representarão em 2023 o seguinte valor:

  • Ceia de Natal de 2023: R$ 321,13;
  • Ceia de Natal de 2022: R$ 294,75.

Os produtos foram pesquisados durante o início do mês de novembro, por isso pode haver oscilação de valores ao longo de dezembro. O maior aumento foi no Norte, com 4,6%. E a cesta mais barata foi encontrada no Sudeste por R$ 316,84.

Pesquisa de preços ajuda a economizar

O próprio vice-presidente da Abras, Márcio Milan, orienta o consumidor a pesquisar antes de ir às comprasIsso porque, um mesmo produto pode ter valor diferente dependendo de onde ele for comprado, inclusive sendo na mesma cidade.

Além disso, ao compor a sua ceia de Natal é importante estar atento aos valores que são diferentes dependendo do fabricante. Na pesquisa da Abras um panetone de 400 g de frutas cristalizadas, por exemplo, foi encontrado por R$ 17,99 em um estabelecimento, e por R$ 26,99 em outro.

  • Acompanhe as redes sociais dos supermercados próximos, onde serão publicados os valores;
  • Opte por fazer as compras nos dias de oferta do estabelecimento, como a “Quinta da carne”, ou a “Quarta das frutas”;
  • Compare os preços entre o atacadista e o supermercado.

Lila Cunha
Autora é jornalista e atua na profissão desde 2013. Apaixonada pela área de comunicação e do universo audiovisual. Suas redes sociais são: @liilacunhaa, e-mail: [email protected]