NOVA etapa do Desenrola Brasil convoca grupo inédito para renegociação de dívidas

O programa Desenrola Brasil chegou a uma nova etapa nesta semana. A plataforma criada por meio de uma parceria entre o Ministério da Fazenda e a Bolsa de Valores Brasileira (B3), será disponibilizada para a renegociação de dívidas de um novo grupo.

NOVA etapa do Desenrola Brasil convoca grupo inédito para renegociação de dívidas
NOVA etapa do Desenrola Brasil convoca grupo inédito para renegociação de dívidas. (Imagem FDR)

A nova estratégia direcionará a renegociação de dívidas pelo Desenrola Brasil aos produtores rurais. A medida foi anunciada na última segunda-feira, 23 de outubro, pelo ministro da Fazenda Fernando Haddad. 

O Desenrola Brasil, pode ser um ativo versátil para outras iniciativas. O Ministro da Fazenda, Fernando Haddad, ofereceu a mesma plataforma ao Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) para futuros programas.

O MDA havia solicitado um programa de renegociação de dívidas para agricultores familiares. No entanto, a plataforma não pode ser usada de imediato devido à terceira fase do Desenrola, que se concentra em descontos para dívidas de até R$ 5 mil para indivíduos com até dois movimentos mínimos. 

No entanto, Haddad se comprometeu a ampliar essa ferramenta tecnológica para pequenos produtores rurais. A terceira fase do programa Desenrola Brasil está em pleno vigor desde o início deste mês. Nessa etapa, dívidas de novos setores, incluindo serviços financeiros, varejo, micro e pequenas empresas, podem obter descontos médios de 83%.

O desconto, em alguns casos, superou esse valor, dependendo do ramo de atividade econômica. Portanto, essa fase oferece uma oportunidade significativa de rompimento financeiro para uma variedade de desenvolvedores.

Passo a passo da renegociação pelo Desenrola Brasil

Os interessados devem se inscrever no gov.br. Sem esse cadastro, não será possível acessar o sistema para realizar a renegociação. Veja o passo a passo:

  1. Acessar o portal www.gov.br
  2. Selecionar “Entrar com gov.br”
  3. Digitar o CPF e clicar em “Continuar” – nessa etapa é possível criar ou alterar a conta
  4. Preencher formulário com dados pessoais.

Alcançar o nível Prata pode ser feito de três maneiras. Através da:

  1. Validação facial pelo aplicativo GOV.BR para conferência da foto junto à Carteira de Habilitação (CNH)
  2. Validação dos dados pessoais via internet banking de um banco credenciado. As instituições financeiras credenciadas são: Banco do Brasil, Banrisul, Bradesco, Banco de Brasília, Caixa Econômica, Sicoob, Santander, Itaú, Agibank, Sicredi e Mercantil do Brasil, ou
  3. Validação dos dados com usuário e senha do Sistema de Gestão de Acesso (SIGEPE), caso seja um servidor público federal.

O nível Ouro é obtido por meio da:

  1. Validação facial pelo aplicativo GOV.BR para conferência da sua foto nas bases da Justiça Eleitoral, ou;
  2. Pela validação dos seus dados com Certificado Digital compatível com ICP-Brasil.

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR, onde pesquisa e produz conteúdo sobre economia, direitos sociais e finanças.