Segurados podem solicitar auxílio-doença pelo MEU INSS com facilidades

A partir de agora, os segurados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) terão a chance de solicitar o auxílio-doença diretamente pelo MEU INSS. O diferencial é que eles não precisarão fazer o acesso através da conta Gov.br, basta utilizar o número do CPF

Segurados podem solicitar auxílio-doença pelo MEU INSS com facilidades
Segurados podem solicitar auxílio-doença pelo MEU INSS com facilidades. (Imagem: FDR)

As mudanças no formato de solicitação do auxílio-doença pelo MEU INSS caracterizam a proposta simplificada de uso do Atestmed. O sistema possibilita o envio de laudos médicos pela internet, dispensando a necessidade do segurado se submeter à perícia médica presencial

Desta forma, todo o processo de requisição do auxílio-doença passa a ser remoto, com o apoio de um médico perito à distância. O propósito é agilizar a concessão do benefício por incapacidade temporária, e assim, reduzir o tamanho da fila de espera do INSS

Como acontecerá a nova solicitação do auxílio-doença pelo MEU INSS?

Até então, para solicitar o benefício, o segurado era obrigado a utilizar a conta Gov.br, nos níveis bronze, prata ou ouro. Com a mudança, vai funcionar da seguinte forma: 

Veja o passo a passo:

MANUAL DO AUXÍLIO DOENÇA: COMO FUNCIONA, VALORES, REGRAS E PASSO A PASSO PARA SOLICITAR

  1. Acesse o Meu INSS pelo site ou pelo aplicativo para Android e iOS;
  2. Na página inicial, selecione “Pedir benefício por incapacidade”;
  3. Em seguida, preencha com nome, CPF e data de nascimento;
  4. Marque a opção “Não sou um robô” e continue;
  5. Selecione “Benefício por incapacidade temporária (auxílio-doença), leia as informações e clique em “ciente”;
  6. Vai aparecer a seguinte informação: “Se você tem documento médico (laudo, relatório ou atestado), pode fazer a perícia sem sair de casa. A análise documental a distância é bem mais rápida, pois não depende de vagas em agências, já que você não precisa ir ao INSS”. Selecione “Avançar”;
  7. Confira os dados que vão aparecer na tela e selecione se foi acidente de trabalho ou não. Mas atenção: benefício por acidente de trabalho ainda não está habilitado para o uso do Atestmed;
  8. Em seguida virá a seguinte a orientação do que deve constar no atestado médico ou odontológico: nome do profissional CRM/CRO/RMS, identificação da doença e prazo de afastamento;
  9. Anexe os documentos (identidade e documentação médica) clicando no “+”; e
  10. Clique em avançar, leia as informações e clique em avançar/finalizar para enviar o pedido.

A documentação médica ou odontológica apresentada pelo segurado na hora do requerimento deve ser legível e sem rasuras, contendo, obrigatoriamente, as seguintes informações:

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR, onde pesquisa e produz conteúdo sobre economia, direitos sociais e finanças.
Sair da versão mobile