Concurso da Receita Federal é SUSPENSO após pedido da justiça; entenda

A Justiça Federal cancelou o concurso da Receita Federal. O processo seletivo oferecia quase 700 vagas e salários até R$ 21 mil. Banca responsável pela seleção já emitiu um comunicado e deve tentar reverter a decisão. Entenda melhor a situação!

Concurso da Receita Federal é SUSPENSO após pedido da justiça; entenda
Concurso da Receita Federal é SUSPENSO após pedido da justiça; entenda (Imagem: FDR)

Uma decisão recente da Justiça Federal suspendeu, por tempo indeterminado, o concurso da Receita Federal. A sentença é resultado de uma ação movida pelo Ministério Público Federal contra a Fundação Getúlio Vargas.

A FGV é a banca responsável pelo processo seletivo que oferece 699 vagas com salários até R$ 21 mil.

Concurso da Receita Federal é cancelado

Atualmente o concurso estava na sua 2ª fase, convocação dos aprovados para a inscrição no curso de formação. Mas, ela foi suspensa, pois:

  • O MPF entrou com ação pedindo a anulação de oito questões
  • As próximas etapas só poderão ser retomadas após a avaliação das anulações e feitas as correções necessárias

Questões anuladas

As questões que poderão ser alunadas são as seguintes:

  • Questões nº 67, 69, 70 do caderno de Prova tipo 1 – Objetiva para Analista-Tributário;
  • Questões nº 77 e 80 do caderno de Prova Tipo 1 – Objetiva para Auditor-Fiscal (e correspondentes questões nos cadernos dos tipos 2, 3 e 4 de ambos os cargos);
  • Questão nº 1, “c” da prova discursiva para Auditor-Fiscal;
  • Questões nº 4 e 10 do caderno de Prova Tipo 1 – Objetiva, para Auditor-Fiscal (e correspondentes questões nos cadernos dos tipos 2, 3 e 4).

Sobre o concurso

As inscrições foram abertas no final de 2022, mas, o processo seletivo em si, com aplicação das provas, só aconteceu nesse ano. Veja abaixo algumas informações gerais:

  • O certame preenche vagas de auditor fiscal e analista tributário
  • A primeira etapa, provas objetivas e discursivas, já foi encerrada
  • O salário para analista é de R$ 11.684,39. Para auditor, é de R$ 21.029,09

A FGV emitiu um comunicado afirmando que vai cumprir a determinação e que trabalha para revertê-la.

Jamille Novaes
Baiana, formada em Letras Vernáculas pela UESB, pós-graduada em Gestão da Educação pela Uninassau. Apaixonada por produção textual, já trabalhou como corretora de redação, professora de língua portuguesa e literatura. Atualmente se dedica ao FDR e a sua segunda graduação.