INSS está PROIBIDO judicialmente de descontar o valor das aposentadorias; entenda o caso

O INSS está passando por mudanças importantes envolvendo os seus beneficiários. A decisão é judicial e isto será aplicado de maneira imediata. Desta forma, é fundamental acompanhar esta notícia até o fim para entender o que será alterado em sua folha de pagamento.

Calendário INSS: confira AQUI quando você recebe primeira parcela do 13°
INSS está PROIBIDO judicialmente de descontar o valor das aposentadorias; entenda o caso (Imagem: FDR)

A partir de decisão judicial, o INSS não poderá mais aplicar descontos em contas vinculadas à cidadãos que recebem o auxílio-doença e passaram para a aposentadoria por invalidez. Desta forma, nenhum beneficiário poderá ter o seu auxílio reduzido após a conversão realizada pela Previdência Social 

A tendência é que esta nova decisão afete positivamente os brasileiros que tiveram o benefício concedido após a reforma da previdência, realizada em 2019 sob gerência do ex-presidente Michel Temer (MDB). Isto porque a reforma provocou uma mudança na forma de calcular o valor pago aos cidadãos.

Na prática, o que muda para os beneficiários do INSS?

Isto deve causar um certo favorecimento financeiro para os beneficiários do programa. Em alguns casos, o INSS reduzia o valor pago pelo auxílio em casos de cidadãos que precisaram passar por uma transição. Desta forma, a renda dos brasileiros que recebem o programa podem passar por uma revisão.

Aproximadamente 88 mil registros poderão ser revistos após a decisão tomada judicialmente por vara localizada no Espírito Santo. Veja o que foi alterado no cálculo após a reforma da previdência, realizada em 2019:

Flávio Costa
Estudante de jornalismo, já atuou na área de assessoria política ao compor o time de comunicação da atual governadora do estado, durante sua campanha eleitoral. Anteriormente, cursou 2 anos no curso de relações internacionais, podendo ampliar sua visão no aspecto macro e micro do cenário nacional e internacional. Fluente em inglês, já atuou como professor de idiomas e também de matemática. Por fim, trabalhou ainda como analista de operações pelo grupo Amazon. Atualmente, dedica-se a universidade e ao portal FDR. Suas redes sociais são @flavioarcosta e flavioarcosta@gmail.com.
Sair da versão mobile