Desenrola Brasil: entenda a diferença entre as contas gov.br prata e ouro e suas vantagens

Pontos-chave
  • A nova fase do Desenrola Brasil exige conta nível prata ou ouro no Gov;
  • A mudança de nível pode ser feita no aplicativo ou site;
  • Quanto mais dados compartilhados, maior o nível de segurança.

Começou nesta segunda-feira (9) uma nova fase de negociações por meio do programa Desenrola Brasil. Entre as diferenças que essa próxima etapa tem com a fase que já passou, está o fato do login no Gov.br ser uma das exigências para conseguir negociar. Além disso, a conta precisa ser nível prata ou ouro.

Desenrola Brasil: entenda a diferença entre as contas gov.br prata e ouro e suas vantagens
Desenrola Brasil: entenda a diferença entre as contas gov.br prata e ouro e suas vantagens (Imagem FDR)

O programa Desenrola Brasil foi criado em julho deste ano, com todo apoio e reforço do Ministério da Fazenda. Naquela ocasião, porém, o governo deu início aos acordos apenas de quem faz parte da faixa 2 de público alvo do programa. São consumidores com renda acima de dois salários mínimos por mês.

Para eles os acordos continuam até dezembro deste ano. O que muda nesta nova etapa é que agora um outro grupo passa a conseguir a negociação, são aqueles que pertencem a faixa 1 e que têm renda abaixo de dois salários mínimos. A expectativa do governo é de que, ao todo, 70 milhões de pessoas sejam beneficiadas.

Dados da Febraban (Federação Brasileira de Bancos) mostram que em uma das iniciativas do Desenrola Brasil, 6 milhões de pessoas conseguiram limpar seu nome. Tudo porque, o governo exigiu que dívidas de até R$ 100 que constassem nos órgãos de proteção ao crédito fossem retiradas.

Isso significa que o débito dentro deste limite de valor não pode mais ser responsável por “sujar” o nome do cidadão. Mas isso não significa que a dívida foi perdoada, ela continua valendo e deve ser paga. Sem a restrição essas pessoas conseguirão alugar imóveis, pedir cartão de crédito, e outros.

Quem pode negociar pelo Desenrola Brasil?

Antes de entender sobre os níveis de segurança da conta no Gov.br, e porque ele é importante ao negociar pelo Desenrola Brasil, o consumidor precisa saber quando essa conta passa a ser uma exigência. 

Para isso, é importante dividir os consumidores entre dois grupos que poderão fazer as negociações e pontuar quais são as principais características de cada um deles. 

Faixa 1

  • Quem tem renda de até dois salários mínimos por mês; ou
  • Está inscrito no Cadastro Único;
  • Tem dívidas de até R$ 5 mil no banco ou em outros credores;
  • Contraiu essas dívidas entre os anos de 2019 e 2022.

Para esse grupo a negociação vai acontecer diretamente na plataforma do Desenrola Brasil. Com pagamento à vista, ou parcelamento em até 60 vezes e cobrança de juros de no máximo 1,99% ao mês.

Faixa 2

  • Quem tem renda acima de dois salários mínimos;
  • Válido para dívidas que foram contraídas exclusivamente com os bancos;
  • Dívidas somadas entre 2019 e 2022.

Neste caso, os acordos são feitos diretamente com os bancos, logo não é preciso ter conta no Gov para negociar. Os descontos máximos são dados para pagamento à vista.

Criar conta nível prata ou ouro no Gov.br

Ao criar sua conta no Gov.br, automaticamente ela já tem nível bronze. Os níveis foram criados com o intuito de determinar a segurança de cada conta. Quanto mais dados são cruzados entre as plataformas públicas, e quanto mais o cidadão deixa o governo saber sobre ele, maior será o seu nível de segurança

A partir de agora, para acessar o site do Desenrola Brasil é preciso ter conta nível prata ou ouro. Para subir o nível da sua conta basta:

  • Acesse o App do GOV.BR e clique em “Entrar com o gov.br”;
  • Em seguida, insira seu CPF e senha;
  • Clique em “Aumentar nível” no seu perfil, escolha a opção mais adequada entre prata ou ouro e siga as instruções;
  • Antes de selecionar a opção para aumentar o nível da conta é possível visualizar os requisitos e vantagens para cada nível.

No site será preciso fazer login e procurar por “Minha Área” >> “Privacidade” >> “Autorizar”. O nível será alterado.

Nível prata Gov.br

Ao escolher disponibilizar seus dados para conseguir o acesso no nível prata da conta do Gov.br, o usuário poderá:

  • visualizar e compartilhar dados e documentos digitais;
  • utilizar serviços gratuitos de assinatura eletrônica no site assinador.iti.br;
    acessar serviços públicos que exigem o maior grau de confiabilidade da conta;
  • habilitar a autenticação em duas etapas, aumentando a segurança do acesso ao sistema;
  • fazer a validação facial pelo aplicativo gov.br para conferência da sua foto nas bases da CNH;
  • validar seus dados via internet banking de um banco credenciado.

Nível ouro Gov.br

Quem consegue subir sua conta para nível ouro no Gov.br vai conseguir, além de todos os outros pontos mencionados na prata, ter acesso a:

  • fazer a validação facial pelo aplicativo gov.br para conferência da sua foto nas bases da Justiça Eleitoral;
  • ter selo de certificado digital.

Lila Cunha
Autora é jornalista e atua na profissão desde 2013. Apaixonada pela área de comunicação e do universo audiovisual. Suas redes sociais são: @liilacunhaa, e-mail: [email protected]