VITÓRIA! FGTS receberá fundo bilionário para sanar as dívidas dos trabalhadores

Recentemente, o Grupo João Santos, que é fabricante do Cimento Nassau, assinou uma transação muito importante para os trabalhadores referente ao FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço). Veja os detalhes.

VITÓRIA! FGTS receberá fundo bilionário para sanar as dívidas dos trabalhadores
VITÓRIA! FGTS receberá fundo bilionário para sanar as dívidas dos trabalhadores (Imagem: FDR)

Esta transação tributária assinada pela PGFN (Procuradoria Geral Fazenda Nacional) irá permitir que seja regularizada a dívida de cerca de R$11 bilhões. Foram envolvidas nesta negociação 41 empresas do grupo, que estão presentes nos mais variados setores da economia.

Pagamentos de FGTS serão regularizados

Esta transação também inclui o pagamento de dívidas de FGTS de mais de 17 empresas da companhia. Com isso, mais de 20 mil trabalhadores vão receber o benefício. Do montante total, R$ 270 milhões são relativos a valores de FGTS, segundo a PGFN.

A assinatura desta transação marca mais uma fase importante na restruturação do grupo. O processo vem sendo conduzido pela administração atual.

“A celebração desse acordo, o maior já realizado pela PGFN, é um divisor de águas na história do Grupo João Santos na medida em que recupera nossa credibilidade e ratifica a seriedade do trabalho que estamos realizando para reestruturar financeira e operacionalmente o Grupo. A quitação dos débitos com a Fazenda Nacional, assim como a quitação do FGTS dos colaboradores, abre novas perspectivas para o Grupo”, disse ao Diário de Pernambuco, Paulo Narcélio Amaral, Diretor Executivo do Grupo João Santos.

Empresa se recupera 

O grupo, a partir deste acordo, projeta reconquistar os números anteriores, diante do aumento da atividade econômica e do recolhimento de tributos correntes, decorrente também da volta das atividades operacionais do Grupo.

Atualmente, o grupo possui cerca de 2,9 mil contratados. No passado, chegou a empregar cerca de 10 mil funcionários. 

“Estamos felizes com a celebração do acordo com a PGFN. O equacionamento da dívida com a Fazenda Nacional é, sem dúvida, importante etapa do intenso trabalho que estamos realizando para reestruturar o Grupo João Santos. Um trabalho que, desde o começo, tem contado com o irrestrito apoio dos acionistas. Agora, vamos dar foco nas questões operacionais do Grupo”, disse  Guilherme Rocha, Diretor Executivo do Grupo João Santos ao Diário de Pernambuco.

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.