Farmácia Popular inicia distribuição GRATUITA de remédios pelo Bolsa Família

Desde o início deste ano, dois importantes programas foram coligados pelo governo federal. O Farmácia Popular que promove a distribuição gratuita ou com desconto de medicamentos, passou a oferecer um benefício especial para inscritos no Bolsa Família. Desde então, 1,3 milhões de famílias se beneficiaram.

Farmácia Popular inicia distribuição GRATUITA de remédios pelo Bolsa Família
Farmácia Popular inicia distribuição GRATUITA de remédios pelo Bolsa Família (Imagem: Marcos Rocha/ FDR)

A Farmácia Popular foi criada em 2004, naquela época Luiz Inácio Lula da Silva (PT) vivia o seu primeiro mandato como presidente da República. O programa nunca deixou de existir, mas passou a receber menos investimentos ao longo dos anos. Tanto que a previsão era de um corte de orçamento de mais de 90% para esse ano, o que havia causado polêmicas.

Ao contrário disso, o governo conseguiu alavancar os investimentos feitos para o programa e aumentou a lista de medicamentos gratuitos ou com descontos. De acordo com o Ministério da Saúde, são 40 itens disponíveis para resgate em farmácia credenciadas. Desde janeiro já foram mais de 18 de milhões de pessoas beneficiadas com medicamentos e fraldas distribuídos gratuitamente.

Por meio da Farmácia Popular quem depende de remédios que são usados para tratamentos, quer dizer, de uso contínuo, podem retirar a medicação sem pagar nada. Para isso devem procurar uma farmácia credenciada no seu município, a expectativa do governo é de que em breve passe a ter farmácias e drogarias credenciadas em 5.207 municípios brasileiros.

Como inscritos no Bolsa Família podem se beneficiar na Farmácia Popular?

A Farmácia Popular divide seus benefícios em duas categorias. A primeira incluí medicamentos totalmente gratuitos, e a segunda oferece remédios e itens de higiene pessoal com descontos. A grande facilidade adotada neste ano para quem é inscrito do Bolsa Família é que qualquer um dos produtos subsidiados pelo governo podem ser retirados gratuitamente.

Em outras palavras, todos os medicamentes e itens oferecidos na Farmácia Popular são gratuitos para inscritos no Bolsa Família, inclusive aqueles que para a população em geral são oferecidos com descontos. Com isso, o Ministério da Saúde afirma que mais de 1,3 milhão de beneficiários do programa de transferência de renda já retiraram medicamentos.

Basta apresentar a receita médica em uma drogaria cadastrada para receber o produto. A lista de medicamentos isentos foi atualizada

Itens gratuitos para toda a população

  • Asma: brometo de ipratrópio (0,02 mg e 0,25 mg); dipropionato de beclometasona (50 mcg, 200 mcg e 250 mcg); sulfato de salbutamol (100 mcg e 5 mg);
  • Diabetes: cloridrato de metformina (500 mg, com e sem ação prolongada, e 850 mg); glibenclamida (5 mg); insulina humana regular (100 ui/ml); insulina humana (100 ui/ml);
  • Hipertensão: atenolol (25 mg); besilato de anlodipino (5 mg); captopril (25 mg); cloridrato de propranolol (40 mg); hidroclorotiazida (25mg); losartana potássica (50 mg); maleato de enalapril (10 mg); espironolactona (25 mg); furosemida (40 mg); succinato de metoprolol (25 ml).

Com coparticipação (e, agora, também gratuitos para quem recebe Bolsa Família)

  • Anticoncepcionais: acetato de medroxiprogesterona (150 mg); etinilestradiol (0,03mg) + levonorgestrel (0,15 mg); noretisterona (0,35 mg); valerato de estradiol (5 mg) + enantato de noretisterona (50 mg);
  • Dislipidemia (colesterol alto): sinvastatina (10 mg, 20 mg e 40 mg);
  • Doença de Parkinson: carbidopa (25 mg) + levodopa (250 mg); cloridrato de benserazida (25 mg) + levodopa (100 mg);
  • Glaucoma: maleato de timolol (2,5 mg e 5 mg);
  • Incontinência: fralda geriátrica;
  • Osteoporose: alendronato de sódio (70 mg);
  • Rinite: budesonida (32 mg e 50 mg); dipropionato de beclometasona (50 mcg/dose);
  • Diabetes tipo 2 + doença cardiovascular (> 65 anos): dapagliflozina (10 mg).

Lila Cunha
Autora é jornalista e atua na profissão desde 2013. Apaixonada pela área de comunicação e do universo audiovisual. Suas redes sociais são: @liilacunhaa, e-mail: [email protected]