Banco do Brasil e Caixa REDUZEM juros em linhas de crédito

Depois da aprovação da redução da taxa Selic, o Banco do Brasil e Caixa reduzem juros em algumas linhas de crédito. A medida deve beneficiar a população que pode organizar a vida financeira. A queda é resultado do bom desempenho do país no primeiro semestre.

Banco do Brasil e Caixa REDUZEM juros em linhas de crédito
Banco do Brasil e Caixa REDUZEM juros em linhas de crédito (Imagem: FDR)

Segundo dia do ano e o Comitê de Política Monetária (Copom) votou a favor da redução da taxa Selic. Os juros básicos da economia passaram de 13,75% para 13,25% ao ano, uma redução de em 0,5 ponto percentual. A ação fez com que o Banco do Brasil e Caixa anunciassem redução dos juros em linhas de crédito.

 “A medida contribui com a organização das finanças dos clientes, em conjunto com as atuais ações vigentes do banco de negociação de dívidas, e para o crescimento da economia do país”, comentou a presidente da Caixa, Rita Serrano.

Redução de juros no Banco do Brasil e Caixa

Na Caixa Econômica Federal, a redução foi de 1,74% para a partir de 1,70% ao mês nos juros do crédito consignado

“Com a diminuição, em um contrato com valor líquido de R$ 10 mil, em 84 meses, o cliente passa a economizar um valor superior ao de uma prestação ao final do pagamento do contrato”, explicou a Caixa.

No Banco do Brasil a redução se aplica às linhas de crédito consignado, automático, salário, benefício, renovação e 13º salário.

Além disso, houve uma houve reduções no desconto de títulos; capital de giro; conta garantida; e em outros produtos para pessoa jurídica.

“A queda da taxa de juros no país está apoiada em condições positivas, construídas ao longo de todo o primeiro semestre deste ano. Elas possibilitam crédito mais barato para as famílias e para as empresas – especialmente as MPE [micro e pequenas empresas] – o que nos permite vislumbrar perspectivas de ainda maior dinamismo da economia, com mais crescimento e geração de emprego”, afirma a presidente do Banco do Brasil, Taciana Medeiros.

A última redução da taxa Selic foi feita pelo Banco Central aconteceu em agosto de 2020; depois disso, ela já foi elevada 12 vezes consecutivas.

Jamille Novaes
Baiana, formada em Letras Vernáculas pela UESB, pós-graduada em Gestão da Educação pela Uninassau. Apaixonada por produção textual, já trabalhou como corretora de redação, professora de língua portuguesa e literatura. Atualmente se dedica ao FDR e a sua segunda graduação.