Desenrola Brasil! 2,5 milhões de brasileiros podem ZERAR suas dívidas até o fim do ano

O Governo Federal acredita que o Desenrola Brasil seja capaz de zerar as dívidas de 2,5 milhões de brasileiros até o final do ano. A estimativa foi apresentada pelo ministro da Fazenda, Fernando Haddad, na última segunda-feira, 17

Desenrola Brasil! 2,5 milhões de brasileiros podem ZERAR suas dívidas até o fim do ano
Desenrola Brasil! 2,5 milhões de brasileiros podem ZERAR suas dívidas até o fim do ano. (Imagem: FDR)

Os números apresentados consideram os clientes vinculados aos principais bancos do país. Este contingente poderá receber o perdão de dívidas de até R$ 100 pelo Desenrola Brasil.

Segundo o ministro, o volume final de brasileiros com o nome limpo através do programa, dependerá da adesão do Nubank, que sozinho, contabilizou um milhão de CPFs negativados. 

“Se todos os grandes bancos aderirem, estamos falando de cerca de 2,5 milhões de CPFs”, disse Haddad.

O Desenrola Brasil foi antecipado, e começa atendendo os cidadãos inadimplentes regidos pela Faixa 2 do programa. Este grupo deve apresentar uma renda mensal de até R$ 20 mil.

A segunda fase terá início somente no mês de dezembro, permitindo a renegociação das dívidas de brasileiros incluídos na Faixa 1. Por ora, os beneficiários da Faixa 2 do Desenrola Brasil, poderão renegociar dívidas junto às instituições financeiras.

Em contrapartida, o Governo Federal oferece aos bancos, estímulos para colocar as negociações em prática. É importante saber que este grupo precisa ter dívidas inscritas até o dia 31 de dezembro de 2022 e que ainda estejam ativas

De acordo com as regras, o prazo mínimo para quitar as dívidas pelo Desenrola Brasil é de até 12 meses. Na oportunidade, o Ministério da Fazenda informou que a estimativa é para que cerca de 30 milhões de brasileiros sejam atendidos por esta faixa. 

QUEM PODE PARTICIPAR DO DESENROLA BRASIL PARA RENEGOCIAR AS DÍVIDAS E QUAIS SÃO AS REGRAS

Critérios da renegociação de dívidas pelo Desenrola 

O programa deve facilitar a renegociação de débitos por meio de duas categorias de devedores. São elas:

Faixa 1 

Pessoas cuja renda mensal é de até dois salários mínimos [R$ 2.640] ou que estejam inscritas no CadÚnico. As dívidas deste público não podem ultrapassar R$ 5 mil por pessoa até o dia 31 de dezembro de 2022

Os cidadãos inadimplentes poderão renegociar dívidas junto a bancos, varejistas, companhias de água, luz e telefone. No entanto, não serão incluídos débitos com garantia real ou que sejam crédito rural e financiamento imobiliário

Faixa 2 

Este grupo é composto por todos os demais brasileiros endividados que não se enquadram nas regras da faixa 1. Na faixa 2, somente as dívidas bancárias poderão ser renegociadas.

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR, onde pesquisa e produz conteúdo sobre economia, direitos sociais e finanças.
Sair da versão mobile