SURPRESA! Consumidor que usa o CPF na NOTA FISCAL comemora bônus anunciado

Embora seja uma prática aplicada pelos comércios, nem todos os clientes optam por incluir o CPF na nota fiscal dos produtos ou serviços que contrata. Diferente do que muitos imaginam, esse processo não será usado contra o cidadão, mas pelo contrário, os créditos obtidos podem ser revertidos em descontos e benefícios. Descubra quais vantagens desse procedimento.

SURPRESA! Consumidor que usa o CPF na NOTA FISCAL comemora bônus anunciado
SURPRESA! Consumidor que usa o CPF na NOTA FISCAL comemora bônus anunciado (Imagem: FDR)

Ao incluir o CPF na nota fiscal o consumidor se identifica naquela compra, e pode receber de volta parte do que pagou em impostos. Vale principalmente para a cobrança do ICMS (Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços) que é uma tributação estadual. Os governos estaduais criam programas de benefícios em que o cidadão pode abater os pontos conquistados ao pedir a nota.

Para o poder público essa identificação é importante porque diminuí a sonegação de impostos. Quando a empresa nega a emissão da nota fiscal pode ser que não queira fazer o pagamento dos tributos sobre os seus rendimentos. Isso porque, os empreendimentos são obrigados a pagar uma série de impostos pela venda de mercadorias ou serviços, e a comprovação dessa venda está na nota fiscal.

A cobrança do ICMS que o estado faz para a empresa pode encarecer o produto, por isso ao pedir que seja incluso o CPF na nota fiscal o consumidor recebe como bônus uma parte do que foi pago de imposto. Há programas específicos para essa finalidade, e a fim de torna-los ainda mais interessados os governos têm criado premiações em dinheiro para quem se cadastrar.

Vantagens de pedir o CPF na nota fiscal

Em supermercados, padarias, posto de combustível ou lojas de conveniência, a sugestão do próprio vendedor para que o CPF na nota fiscal seja incluso é mais comum. Mas o pedido por esse documento pode ser feito em todos os demais comércios, inclusive clínicas de saúde ou estética, escolas privadas, restaurantes, e outros.

O primeiro passo para ser beneficiado é procurar qual o programa válido no seu estado, em São Paulo, por exemplo, é o Nota Fiscal Paulista. No Rio Grande do Sul vale o Nota Gaúcha, e assim por diante. Acesse o site da Secretaria de Fazendo do estado e inscreva-se no programa, cadastrando seu CPF.

Agora é só pedir o CPF na nota fiscal para conseguir benefícios como:

Entre na comunidade do FDR e receba informações gratuitas no seu Whatsapp!

Lila CunhaLila Cunha
Autora é jornalista e atua na profissão desde 2013. Apaixonada pela área de comunicação e do universo audiovisual. Suas redes sociais são: @liilacunhaa, e-mail: lilacunha.fdr@gmail.com