PREOCUPANTE! Novo reajuste nas contas de luz APAVORA os brasileiros

O consumidor brasileiro levou um choque com a notícia anunciada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). No último sábado, 24, foi divulgado o aumento na conta de luz em quase 11%. O percentual pegou a todos de surpresa após meses de vigência da bandeira verde.

PREOCUPANTE! Conta de Luz tem aumento aprovado com valor ASSUSTADOR
PREOCUPANTE! Novo reajuste nas contas de luz APAVORA os brasileiros (Imagem: Montagem/FDR)

De acordo com a Aneel, o aumento na conta de luz será de 10,9%. O percentual será aplicado a todos os consumidores residenciais que sejam moradores do Estado do Paraná. Na oportunidade, a Companhia Paranaense de Energia explicou que o reajuste carrega os reflexos da crise hídrica enfrentada em meio à pandemia da Covid-19. 

Alguns outros custos também devem ser considerados, como a compra e transporte de energia, de impostos, encargos e demais subsídios definidos por lei. Desde o ano de 2019, a Companhia informou que a Copel reduziu a tarifa incidente na conta de luz por um período de dois anos

A nova tarifa de energia elétrica foi aprovada recentemente, precisamente no dia 20 de junho. Destacando que a medida atingirá 395 municípios do Estado do Paraná.

Ou seja, chegará a um total de cinco milhões de unidades consumidoras. Além disso, dados indicam que cerca de 390 mil famílias não realizam o pagamento de energia elétrica na unidade federativa.

Estas pessoas que não realizam o pagamento se tratam de famílias que possuem baixa renda e que estão cadastradas no Cadastro Único (CadÚnico) e que também possuem um consumo de energia elétrica de até 150 kWh por mês. Desta forma, são pessoas que fazem parte do Programa Energia Solidária, que é mantido pelo Governo do Estado do Paraná.

Conheça as classes de consumo da conta de luz no Paraná

De acordo com a Copel, o efeito médio desta alta tensão tem referência com o consumo de energia de cada uma das classes. Confira abaixo quais são elas e também o tipo de consumo:

No caso da baixa tensão, a média que engloba as classes da linha B são as seguintes:

Laura AlvarengaLaura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR, onde pesquisa e produz conteúdo sobre economia, direitos sociais e finanças.
Sair da versão mobile