Jogador do FLAMENGO sofre golpe envolvendo compra de carro de luxo. Valor é IMPRESSIONANTE

A quantidade de golpes aplicados no país não para de crescer. Diante disso é preciso ficar atento para não ser enganado. Os golpes atingem tanto as pessoas mais humildes quanto as mais ricas, como é o caso de um jogador do Flamengo. Entenda.

Jogador do FLAMENGO sofre golpe envolvendo compra de carro de luxo. Valor é IMPRESSIONANTE
Jogador do FLAMENGO sofre golpe envolvendo compra de carro de luxo. Valor é IMPRESSIONANTE (Imagem FDR)

Estamos falando do volante Thiago Maia, craque do Flamengo, que foi vítima de um golpe milionário ao tentar adquirir um carro de luxo no Rio de Janeiro. O caso agora vai para a Justiça.

Jogador do Flamengo sofre golpe milionário 

Thiago Maia tentou comprar uma Mercedes Benz em uma revendedora de carros de luxo, no entanto, o veículo sofreu uma restrição de penhora e circulação pouco tempo depois da compra, de acordo com informações dadas pela assessoria do jogador ao portal Terra.

O jogador pode ter tido um prejuízo estimado em R$4,3 milhões com este golpe. O craque deu como pagamento dois carros de luxo: um Dodge Challenger e uma BMW X6. Ainda foi dado um um adicional de R$ 1,7 milhão, quantia financiada junto à financeira Aymoré.

Alguns meses depois de ter comprado o carro, o craque foi procurado por um homem que afirmava ser o dono do carro. O homem disse que havia deixado a Mercedes na loja em dezembro em consignação para ser comercializada e que não recebeu o valor, além de não reconhecer a firma do certificado de registro de venda em favor de Thiago.

O homem ainda diz que a loja o enganou, praticando fraude, além do crime de sonegação fiscal e enriquecido ilicitamente às suas custas.

Mesmo tento pago o veículo, ele não conseguiu tirar o carro da revendedora. A equipe do jogador disse que ele tentou fazer o cancelamento da compra mais de uma vez, mas sempre foi negado. Por fim, os donos fecharam o local.

“Não foi apresentado a nota fiscal de venda em favor de Thiago Maia, bem como a Aymoré pagou o financiamento de forma irregular, prejudicando a vida do jogador”, disseram os advogados do volante ao UOL.

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.