Clube brasileiro tem dívida surpreendente com o Banco Inter

O Banco Inter está entre os mais importantes bancos digitais do país e possui clientes dos mais variados perfis, inclusive times de futebol. Falando nisso, um destes times deve uma quantia milionária para a fintech. Veja o tamanho da dívida.

Clube brasileiro tem dívida surpreendente com o Banco Inter
Clube brasileiro tem dívida surpreendente com o Banco Inter (Imagem: FRD)

Estamos falando do Atlético Mineiro, que nesta quinta, 27, apresentou o seu balanço relativo ao ano de 2022. Segundo informações do documento, a dívida do clube cresceu de R$1,312 bilhão para R$1,571 bilhão. Não está incluído neste valor o montante de R$440 milhões para financiar as obras da arena MRV.

O valor de R$440 milhões, de acordo com o clube, foi oriundo de um empréstimo feito em um banco, que irá receber como contrapartida o valor das vendas de camarotes e de cadeiras cativas no estádio.

O clube informou em seu demonstrativo, um passivo de R$ 843,4 milhões com empréstimos e financiamentos, sendo R$ 575,4 milhões com vencimento em curto prazo (circulante) e R$ 268 milhões em longo prazo (não circulante).

Dívida do Atlético com o Inter 

Do total de dívidas do clube, R$654 milhões são com bancos. Entre essas dívidas está a de R$59,3 milhões para o Inter.

Já para o banco BMG, o clube deve R$89,1 milhões. Existem pendências também com o Polo Clubes Fundo de Investimentos Creditórios, que consiste na antecipação de cotas de transmissão da Globo.

O Atlético também deve para o ABC, Daycoval, Genial, Indusval, Btg Pactual, Pine e XP. O clube conseguiu pagar recentemente um empréstimo no Mercantil do Brasil.

No último ano, o clube teve R$ 698,8 milhões em adições de novos empréstimos e pagou R$ 435,2 milhões, com juros.

Crescimento das dívidas do Atlético entre 2021 e 2022

De acordo com o portal UAI, a evolução das dívidas do clube foi a seguinte:

  • Banco Bmg – R$ 63.044.000,00 para 89.184.000,00
  • Banco ABC – R$ 41.175.000,00 para 43.047.000,00
  • Daycoval – R$ 92.468.000,00 para R$ 107.550.000,00
  • Banco Genial – R$ 0 para 30.856.000,00
  • Banco Indusval – R$ 37.653.000,00 para 7.546.000,00
  • Banco Inter – R$ 4.706.000,00 para 59.358.000,00
  • Banco Mercantil do Brasil – R$ 2.460.000,00 para R$ 0
  • Banco Pactual – R$ 81.357.000,00 para 168.156.000,00
  • Banco Pine – R$ 0 para R$ 50.653.000,00
  • Banco XP – R$ 54.821.000,00 para R$ 88.782.000,00
  • Polo Clubes – R$ 16.943.000,00 para R$ 8.958.000,00

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.