Titulares do INSS ganharão SALÁRIO DUPLICADO de acordo com a nova proposta do Governo

Para os beneficiários do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), esta notícia vai melhorar o seu dia. Um projeto está sendo estudado pelo governo para que haja o recebimento em dobro do benefício. Ficou interessado(a)? Acompanhe a notícia e veja se você se enquadra nos requisitos para o recebimento.

Consignado de volta! Entenda o que mudou no empréstimo do INSS e em qual banco solicitar
Titulares do INSS ganharão SALÁRIO DUPLICADO de acordo com a nova proposta do Governo (Imagem: FDR)

Entre os benefícios cedidos pelo INSS, como o pagamento da aposentadoria, um deles é exclusivo para cidadãos que, por motivo de doença ou deficiência, não conseguem exercer a sua profissão para conseguir arcar com os gastos de uma casa, como contas de energia, água, alimentação e saúde.

Esta é uma realidade de milhares de pessoas que foram demitidos ou tiveram que ser desligados devido à não possibilidade de trabalhar. Por ser um problema que afeta uma grande quantidade de pessoas no país, o governo federal precisou criar um benefício cedido especialmente para este público.

Com este auxílio criado, o povo brasileiro que foi impedido de trabalhar devido à uma condição de saúde pode receber uma remuneração que irá servir de suporte para seus atendimentos e necessidades especiais. Estamos falando do Benefício de Prestação Continuada (BPC), que é alvo de aumento pelo governo.

INSS: BPC terá um aumento?

Ainda em debate na câmara dos deputados, o projeto de lei tem o objetivo de dobrar o pagamento do BPC, como se fosse um 13º salário. Hoje, o pagamento do benefício é valorizado de acordo com o salário mínimo em vigência; ou seja, atualmente, os auxiliados pelo programa recebem R$1.302. 

Deste modo, a ideia do projeto é fazer com que todo mês de dezembro, os beneficiários do projeto tenham uma parcela já garantida. Com isto, as pessoas que participam terão, uma vez ao ano, no mês de dezembro, o pagamento feito de forma dobrada. O projeto foi apresentado pelo deputado Antonio Furtado (UB-RJ).

O que diz o projeto de lei?

“O programa Benefício de Prestação Continuada atende o deficiente permanente e o idoso acima de 65 anos que comprove não possuir meios de prover a própria manutenção, nem de tê-la provida por sua família, isso significa morar em família com renda per capita de até 1/4 do salário mínimo. Importa reforçar que o objetivo do pagamento de gratificação natalina é proporcionar, a quem o recebe, um apoio financeiro adicional em um período do calendário cristão em que ocorrem as celebrações natalinas, as famílias e amigos trocam presentes e incorrem em maiores gastos”

Flávio Costa
Estudante de jornalismo, já atuou na área de assessoria política ao compor o time de comunicação da atual governadora do estado, durante sua campanha eleitoral. Anteriormente, cursou 2 anos no curso de relações internacionais, podendo ampliar sua visão no aspecto macro e micro do cenário nacional e internacional. Fluente em inglês, já atuou como professor de idiomas e também de matemática. Por fim, trabalhou ainda como analista de operações pelo grupo Amazon. Atualmente, dedica-se a universidade e ao portal FDR. Suas redes sociais são @flavioarcosta e flavioarcosta@gmail.com.
Sair da versão mobile