TRISTEZA! Governo Lula barra reajuste de INSS para ESTES trabalhadores

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) fornece pagamento para milhões de brasileiros que conseguiram a aposentadoria. Porém, o que muitos não sabem é que, a partir do mês de maio o pagamento de algumas pessoas será alterado. Quer saber se você será incluído nesta mudança? Acompanhe!

Salários atrasados do INSS são finalmente liberados pela justiça; consulte quem recebe
Pagamento do INSS muda em maio sem reajuste para grupo exclusivo (Imagem: FDR)

O pagamento do INSS vem, de uma forma mais ampla, para os cidadãos que ao longo da sua vida contribuíram para a instituição. No caso das pessoas que trabalham com a sua carteira de trabalho assinada, a taxa de 7,5% é descontada automaticamente na hora do pagamento de salário.

A variação da taxa vai de acordo com o valor do seu salário. Se você recebe entre R$1.302,01 e R$2.571,29, a taxa cobrada é de 9%. Já entre R$2.571,30 e R$3.856,94, a taxa é de 12%. Por fim, caso você receba entre R$3.856,95 e R$7.502,49, a taxa que será cobrada é de 14% do valor total.

Para aqueles que trabalhavam para si, ainda existia a possibilidade de, voluntariamente, fazer a contribuição e contar com o pagamento da aposentadoria no futuro. Este pagamento torna-se essencial para as pessoas que não construíram um patrimônio ou montaram algo passivo para servir de renda.

Vale ressaltar que, aos contribuintes que trabalham com a carteira de trabalho assinada, é obrigação do empregador fazer o pagamento da taxa antes mesmo do recebimento do salário por parte do empregado. Ou seja, é importante verificar se a sua contribuição vem sido feita durante os anos de serviço prestados.

Mudanças do INSS

A principal novidade para os contribuintes do INSS é que, aqueles que recebem de acordo com o piso do benefício terão um aumento na remuneração. Este aumento é oriundo do reajuste que será feito, em maio, no salário mínimo. A mudança está prevista para ser iniciada a partir do dia 1º de maio.

O valor que hoje é de R$ 1.302 passará para R$ 1.320, conforme já informaram membros da equipe econômica do governo de Luís Inácio Lula da Silva (PT). O novo valor do piso federal já havia sido defendido pelo presidente desde o início do seu mandato, mas só agora conseguiu verba suficiente para ser sustentado.

Ou seja, quem recebe o piso da aposentadoria via INSS, já pode preparar o seu bolso, pois o governo prevê que, em 1º de maio, haverá um reajuste no mínimo, e por consequência vai aumentar a aposentadoria.

As pessoas que recebem salários acima do piso do INSS até o teto que em 2023 é de R$ 7.507,49, não serão afetadas pelo aumento. O reajuste vale apenas para o salário mínimo, e o governo federal não previu que as quantias superiores a ele sejam alteradas. Comparado a 2022, os salários acima do piso subiram 5,93%. 

Flávio Costa
Estudante de jornalismo, já atuou na área de assessoria política ao compor o time de comunicação da atual governadora do estado, durante sua campanha eleitoral. Anteriormente, cursou 2 anos no curso de relações internacionais, podendo ampliar sua visão no aspecto macro e micro do cenário nacional e internacional. Fluente em inglês, já atuou como professor de idiomas e também de matemática. Por fim, trabalhou ainda como analista de operações pelo grupo Amazon. Atualmente, dedica-se a universidade e ao portal FDR. Suas redes sociais são @flavioarcosta e [email protected].