Arezzo inova e vai subsidiar faculdade para estes funcionários

O Grupo Arezzo que compreende algumas marcas de sucesso lançou um programa que vai custear a faculdade, cursos tecnólogos ou de pós-graduação. A ideia é beneficiar 300 funcionários com bolsas de estudos. Confira quem será contemplado nessa iniciativa.

Arezzo inova e vai subsidiar faculdade para estes funcionários
Arezzo inova e vai subsidiar faculdade para estes funcionários (Imagem: FDR)

A Arezzo&Co é uma empresa que reúne marcas de sucesso como Arezzo, Schutz, Anacapri, Alexandre Birman, Fiever, Alme, Reserva e My Shoes, Carol Bassi e Vans. A empresa tem mostrado a sua preocupação com a diversidade e inclusão em seu quadro de funcionários. Prova disso é a nova iniciativa que vai subsidiar os custos de faculdade; cursos tecnólogos; pós-graduação ou inglês para seus funcionários negros.

“Estamos investindo e nos estruturando em uma série de ações afirmativas, com metas e estratégias para atingi-las, com um time dedicado a esta frente, para que a inclusão aconteça de dentro para fora e de forma genuína”, afirma Suelen Joner, líder de Sustentabilidade da Arezzo&Co.

Bolsas em faculdade e outros cursos

A iniciativa deve beneficiar 300 profissionais dentro do quadro de funcionários da empresa que terão a oportunidade de acesso a cursos dos seguintes eixos:

  • Tecnólogo: áreas de gestão de marketing, RH, financeira e logística.
  • Graduação: Ciências contábeis e administração.
  • Pósgraduação: são mais de 300 cursos diferentes.

Essa é uma das ações da agenda de inclusão e diversidade da empresa que foi iniciada em 2021 com a realização do primeiro Censo de Diversidade.

A partir disso algumas estratégias forma traçadas, como a adoção de remuneração variável para executivos C-Level da companhia levava em consideração metas de diversidade.

Realização de mais de 70 horas de treinamentos de letramento racial e sensibilização, incluindo as operações de varejo e franquias.

Recentemente, em 2022 a Arezzo&Co contratou a consultoria da especialista em Igualdade Racial, Patrícia Lima, que desenvolveu um trabalho de direcionamento das ações afirmativas do grupo.

 “A sensibilização e letramento são ações contínuas, pois somente com o conhecimento é que vamos avançar na agenda”, afirma a profissional.

A empresa também lançou um programa de estágio exclusivo para pessoas negras que já contratou 30 estudantes nos estados de São Paulo e Rio Grande do Sul.

Para mais informações sobre vestibular, concurso, vagas de emprego e cursos gratuitos, acompanhe a nossa editoria de Carreiras.

Entre na comunidade do FDR e receba informações gratuitas no seu Whatsapp!

Jamille NovaesJamille Novaes
Baiana, formada em Letras Vernáculas pela UESB, pós-graduada em Gestão da Educação pela Uninassau. Apaixonada por produção textual, já trabalhou como corretora de redação, professora de língua portuguesa e literatura. Atualmente se dedica ao FDR e a sua segunda graduação.