Qual Presidente criou o MEI? O que vai acontecer com o programa após a vitória de LULA?

Último debate antes da votação que elegeu LULA como presidente do Brasil trouxe a tona o futuro do MEI. Afinal, o que é essa classificação e qual o futuro das pessoas que se enquadram nela após a eleição.

Qual Presidente criou o MEI? O que vai acontecer com o programa após a vitória de LULA?
Qual Presidente criou o MEI? O que vai acontecer com o programa após a vitória de LULA? (Imagem: FDR)

Na noite de ontem o Brasil elegeu Lula como novo Presidente da República. Na última sexta-feira, 28, aconteceu um debate entre o candidato eleito e o atual presidente, Bolsonaro. Um dos temas foi o MEI e a geração de emprego formal no país durante a atual gestão.

Acontece que uma das falar do candidato eleito causou bastante controvérsia e diversas interpretações:

“Consideram MEI e trabalho informal como emprego. Na minha época, o emprego era de carteira assinada, CLT”, afirmou Lula.

Acontece que Lula não está errado quando questionou sobre a geração de emprego, na verdade o MEI deve ser contabilizado juntamente com os empreendedores.

O que é MEI?

O Microempreendedor Individual, popularmente conhecido como MEI foi criado como um modelo empresarial simplificado que atende aos empreendedores com limite de faturamento anual de R$ 81 mil.

A ideia é possibilitar a formalização dos trabalhadores autônomos, isso se dá através da diminuição das taxas pagas pelos profissionais, que têm acesso a diversos direitos através da contribuição com o INSS.

Como fica o MEI no governo Lula?

Após o debate muita gente passou a utilizar trechos da fala de Luís Inácio para afirmar que ele acabaria como o MEI, no entanto, o MEI, a Lei da Micro e Pequena Empresa e o Super Simples são criações do governo Lula.

Inclusive, Alexandre de Moraes pediu a retirada das publicações feitas por aliados de Bolsonaro sobre o então candidato à presidência, Lula, acabar com o Micro-Empreendedor Individual.

Com a eleição de Lula no último domingo com 50,9% (60.345.999 de votos válidos) é provável que ele crie ações voltadas a esses empreendedores durante a sua gestão pública. O que já se sabe é que o MEI não deve ser destruído, como foi divulgado.

Para saber mais sobre vagas de emprego, vestibulares e cursos, acompanhe a nossa editoria de Carreiras.

Entre na comunidade do FDR e receba informações gratuitas no seu Whatsapp!

Jamille Novaes
Baiana, formada em Letras Vernáculas pela UESB, pós-graduada em Gestão da Educação pela Uninassau. Apaixonada por produção textual, já trabalhou como corretora de redação, professora de língua portuguesa e literatura. Atualmente se dedica ao FDR e a sua segunda graduação.