Entenda porque a INFLAÇÃO altera tanto os PREÇOS no mercado brasileiro

Apesar do nome inflação ser bastante conhecido e aparecer constantemente nos jornais e até nas conversas diárias, muitas pessoas não entendem como essa taxa influi na economia. No Brasil, essa taxa é um regulador direto dos preços repassados à população, porém ela sofre influência direta do mercado externo. 

Entenda porque a INFLAÇÂO altera tanto os PREÇOS no mercado brasileiro
Entenda porque a INFLAÇÂO altera tanto os PREÇOS no mercado brasileiro (Imagem: Montagem/FDR)

Em um país capitalista, como é a situação do Brasil, a economia não depende apenas dos interesses e da política interna. A situação dos outros países também mexe com as taxas locais e o nível de inflação que o consumidor vai sentir diretamente no bolso. Quando guerras acontecem, desastres naturais de grande escala ou mesmo a pandemia, a variação do mercado pode se tornar desastrosa. 

De maneira mais ampla, a inflação funciona como um termômetro entre a oferta e a demanda de um determinado produto ou serviço. Quando existe uma alta procura, porém a disponibilização do produto é baixa, o preço pago por isso tem a tendência de aumentar.

Isso significa que a inflação agiu sobre ele, mesmo de maneira mais simples, essa mudança ocorre em diversos setores e níveis da economia e também da sociedade.

Nos últimos anos, o mundo enfrentou diversas dessas turbulências, especialmente com a luta contra o COVID-19 e a guerra da Rússia contra a Ucrânia.

Esses dois fatores foram decisivos para a inflação brasileira ultrapassar a expectativa pra esse ano. Porém, a melhora na situação global da saúde e a desaceleração do conflito bélico devem dar espaço para novos respiros na economia brasileira

O ciclo da inflação no mundo

Um dos maiores exemplos de como a situação política de outros países pode afetar diretamente o bolso do brasileiro foi a guerra da Rússia contra a Ucrânia. Apesar dos motivos para a invasão serem políticos, a economia mundial sofreu os efeitos, já que a Rússia é o terceiro maior produtor de petróleo no mundo. 

O preço do barril de petróleo influi diretamente no valor pago ao litro da gasolina, que ainda é um dos combustíveis mais utilizados no mundo. Diante da situação complicada que enfrentava, a Rússia aumentou consideravelmente o que era pago pelo barril.

A manobra servia tanto para poder manter mais combustível em seu território, quanto para aumentar a reserva econômica, pois assumir os riscos de entrar em uma guerra pode  custar caro. 

Essa situação reverberou nos postos de gasolina brasileiros, quando a população viu o litro do combustível alcançar patamares caríssimos. Em alguns lugares, era pago R$ 7 pelo litro da gasolina. E então os desdobramentos do alto preço deste combustível se alastraram pelo país. 

Com a gasolina mais cara, o transporte de bens de consumo e alimentos também se torna mais caro, e o encarecimento é repassado diretamente para o consumidor final. Por isso, alguns alimentos tiveram uma alta expressiva no preço, principalmente os que vem de fora da região de consumo. 

Muitas vezes, o motivo pelo qual os preços estão variando tanto não é tão simples de entender, já que até pequenos movimentos no mercado podem causar uma grande mudança nas taxas locais. 

Porém, é importante que a população esteja atenta para o contexto mundial existente e, principalmente, entenda o que a política nacional tem feito para que os repasses à população sejam diminuídos

Entre na comunidade do FDR e receba informações gratuitas no seu Whatsapp!

Thaisa JatobáThaisa Jatobá
Jornalista e pós-graduada em áudio visual pela Universidade Católica de Pernambuco, com passagem por jornais impressos como a Folha de Pernambuco e o Diario de Pernambuco.